Notícia

Ouro Preto

Orquestra Ouro Preto apresenta concertos da série "Músicos de Minas" em Mariana e BH

Publicado em 27 novembro 2008

A Orquestra Ouro Preto dá seguimento à sua programação de apresentações da série “Músicos de Minas – Mestre e Discípulos na Música de Hoje”. Os concertos acontecem em Mariana, dia 29 de novembro, sábado, às 20h30, na Igreja São Francisco de Assis, e em Belo Horizonte, dia 30 de novembro, domingo, às 11h, na Fundação de Educação Artística. Ambos têm entrada franca.

Os concertos fazem parte de uma série iniciada pela Orquestra Ouro Preto no ano de 2007, com o objetivo de difundir os músicos que atuam em Minas Gerais e contribuem ou contribuíram para o desenvolvimento da música no estado. Na ocasião, a série foi dedicada aos instrumentistas. Este ano, a orquestra privilegia os compositores e presta homenagem ao trabalho do músico belga Arthur Bosmans.

No repertórpio dos concertos, além de composições de Bosmans, a Orquestra interpreta músicas dos compositores mineiros Oiliam Lanna e Guilherme Nascimento. Participam como solistas a soprano Fabíola Protzner, o trompetista Érico Fonseca e o violista Carlos Aleixo, sob a regência do Maestro Convidado Valdir Claudino.

Os compositores

Arthur Bosmans - Nascido na cidade de Bruxelas, Bélgica, no ano de 1908, inicia-se na música estudando violino, clarineta e trompa. Ingressa na Societé des Auteurs et Compositeurs de Paris. Posteriormente, tem suas obras editadas e gravadas em seu país. Chega ao Brasil na década de 40, convidado para reorganizar a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, onde ocupa o cargo de Regente e Diretor Artístico. Em 1965, inicia atividades como docente na Escola de Música da UFMG, lecionando Composição, Regência e Música de Câmara.

Bosmans exerceu grande influência na vida cultural de Belo Horizonte, tanto pelo trabalho de ascensão da orquestra, quanto pela qualidade e diversidade dos programas oferecidos ao público. Admirador de Gershwin, Bartok e Ravel, é possível notar a influência desses compositores em sua obra, no emprego jazzístico e folclórico para a abordagem dos temas, sendo ainda a riqueza sonora de sua orquestração uma marca de sua forte personalidade.

Oiliam Lanna - Natural de Visconde do Rio Branco, Oiliam Lanna graduou-se em composição no ano de 1977, na Classe do Professor Arthur Bosmans. No ano seguinte a sua formatura, tornou-se professor de Teoria Geral da Música. Em 1984, ingressou no mestrado da Faculdade de Música da Universidade de Montreal, Canadá. Em 2005, concluiu o doutorado na UFMG na linha de pesquisa “Análise do Discurso” no programa de Pós-Graduação da Faculdade de Letras. Atualmente leciona composição, exercendo intensa atividade como regente, pianista e cravista.

Guilherme Nascimento - Nasceu em 1970, em Timóteo/MG. É Bacharel pela UFMG, Mestre pela PUC-SP e Doutorando pela UNICAMP. Em Belo Horizonte, lecionou na Escola de Música da UFMG, UEMG, Palácio das Artes e Fundação de Educação Artística. Estudou, dentre outros, com Stefano Gervasoni (Paris), Oiliam Lanna e Sérgio Magnani (Belo Horizonte). No ano de 2005, lançou o livro “Música menor: a avant-garde e as manifestações menores na música contemporânea”, publicado pela Annablume/FAPESP, São Paulo.

Suas composições são regularmente apresentadas no Brasil, Estados Unidos e Europa, com obras editadas pelas Edições Musicais do Instituto Carioca de Artes (ICA), no Rio de Janeiro.