Notícia

Agência C&T (MCTI)

Olimpíada Brasileira de Astronomia abre inscrições

Publicado em 21 fevereiro 2013

Estudantes dos ensinos fundamental e médio de todo o país já podem se inscrever para participar da 16ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). O prazo termina em 13 de março e as provas serão realizadas nas escolas no dia 10 de maio.

A expectativa dos organizadores é a de que aproximadamente 1 milhão de alunos participe desta edição. No ano passado, o evento contou com 800 mil alunos de cerca de 9 mil escolas de todas as regiões do país e envolveu 64 mil professores. Mais de 32 mil medalhas foram entregues.

Dividida em quatro níveis (três para alunos do ensino fundamental e um para o ensino médio), cada prova terá dez perguntas, sendo cinco de astronomia, três de astronáutica e duas de energia.

"As questões serão, em sua maioria, de raciocínio lógico. Muitas vezes, a resposta poderá até constar nos enunciados de outras questões da mesma prova", diz o coordenador nacional da OBA e professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), João Batista Garcia Canalle. "Nossa missão principal é levar a maior quantidade de informações sobre astronomia e astronáutica, além de instigar o interesse dos jovens pelas ciências espaciais."

Os estudantes que obtiverem as melhores classificações farão parte das equipes que representarão o Brasil na Olimpíada Internacional de Astronomia e na Olimpíada Astrofísica e Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica de 2014.

Sobre a OBA

A Olímpiada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) é coordenada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI).

Além de Canalle, constituem o grupo responsável pela OBA os astrônomos Thaís Mothé-Diniz (UFRJ), Douglas Falcão (Mast/MCTI), Jaime Fernando Villas da Rocha (Unirio) e pelo engenheiro aeroespacial José Bezerra Pessoa Filho (IAE).

Texto: Agência Fapesp