Notícia

Fundep - Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa

Oferta de crédito aumenta para projetos de inovação no setor de TI

Publicado em 26 agosto 2014

A oferta de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para atividades relacionadas a tecnologia da informação e comunicação (TIC) vem aumentando de maneira progressiva e constante. A informação é da chefe do Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação da instituição financeira, Irecê Kauss.

 

De acordo com a dirigente, o suporte financeiro do banco é oferecido a companhias de todos os tamanhos, "em segmentos diversos como segurança da informação, sistema integrado de gestão empresarial (ERP, do nome em inglês), serviços de TI [tecnologia da informação] e internet das coisas".

 

O montante aportado pelo BNDES para TIC somou de janeiro a julho de 2014 R$ 3,7 bilhões, com R$ 470 milhões deste valor em TI e o restante em telecomunicações. No ano passado, neste mesmo período, os repasses foram de R$ 3,1 bilhões, sendo R$ 900 milhões para TI e R$ 2,2 bilhões para telecomunicações.

 

O capital direcionado a projetos inovadores de TIC são providos pelo Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação (BNDES Prosft) e fazem parte da área de inovação, considerada prioritária para a entidade financeira. Nos primeiros seis meses de 2014, o banco liberou R$ 2,6 bilhões para financiar propostas inovaras. Em 2013, o valor total das concessões de crédito alcançaram R$ 5,3 bilhões.

 

Prosoft

 

Segundo informações da assessoria do BNDES, a iniciativa já desembolsou R$ 730,6 milhões, que correspondem a 15% do orçamento total, que é de R$ 5 bilhões. Isto quer dizer que até o final do Prosoft, em agosto de 2017, R$ 4,27 bilhões deverão ser repassados para financiar projetos de inovação do setor de TI.

 

Fonte: portal Agência Gestão CT&I