Notícia

DCI online

Odontologia USP atende pacientes especiais

Publicado em 12 agosto 2014

SÃO PAULO - A Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (FO-USP) comemorou, em julho, 25 anos de funcionamento do Centro de Atendimento a Pacientes Especiais (Cape), que já ofereceu assistência odontológica ambulatorial a mais de 10 mil pacientes com distúrbios neuropsicomotores, patologias sistêmicas crônicas e doenças infectocontagiosas.

A maioria dos pacientes é atendida por cirurgiões-dentistas do Programa de Atualização em Odontologia para Pacientes Especiais e alunos de pós-graduação da FO-USP. "Também temos o objetivo de promover atividades de ensino e desenvolver pesquisa científica de maneira simultânea e integrada aos atendimentos", disse a coordenadora do Cape, Marina Gallottini.

Entre os mais recentes trabalhos científicos realizados no centro, está a pesquisa "Desenvolvimento de sistemas e serviços de saúde odontológica em interface com saúde mental", conduzida por Gallottini com apoio da Fapesp, que traçou um fluxo ideal de atendimento odontológico de pacientes com doença psíquica, estabelecendo e padronizando o mínimo de fundamentos para futuras estratégias de políticas públicas mais efetivas e inclusivas.

Também foi viabilizada com apoio da Fapesp, por meio do programa Equipamentos Multiusuários (EMU), a aquisição de aparelho de tomografia computadorizada de superalta resolução para avaliação e mensuração de estruturas ósseas e dentais em imagens tridimensionais em pesquisas clínicas.

O Cape atende adultos e crianças de qualquer região do País. São realizados por mês mais de mil procedimentos odontológicos em cerca de 800 pacientes.

Agências