Notícia

Intelog

Obras do túnel que ligará Santos e Guarujá devem começar em 2013

Publicado em 30 maio 2012

Por Por Mariane Rossi, do G1

O governardor do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou nesta quarta-feira (30), durante o lançamento do navio oceanográfico Alpha Crucis, em Santos, no litoral de São Paulo, que as obras do túnel que ligará as cidades de Santos e Guarujá deverão começar no primeiro semestre de 2013. Segundo o governador, o projeto executivo do túnel, no valor de R$ 40 milhões, foi assinado nesta quarta. A previsão é que as obras estejam prontas no primeiro semestre de 2016.

O anúncio aconteceu no salão do Terminal Marítimo de Passageiros Giusfredo Santini, no Porto de Santos. Alckmin esteve no local para participar da inauguração do navio de pesquisas, comprado recentemente por uma parceria entre a Universidade de São Paulo (USP) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O governador aproveitou a passagem pela região para anunciar alguns outros investimentos, como a compra dos trens do veículo leve sobre trilhos (VLT) e a criação de uma unidade do Centro de Referência de Apoio às Vítimas de Violência (CRAVI). Além disso, o governador garantiu a criação de uma base fixa do Via Rápida Emprego em Santos, além de obras na rodovia Cônego Domênico Rangoni.

Em relação ao VLT, Alckmin anunciou que será publicado, nesta quinta-feira (31), um edital para a compra de 22 trens destinados ao transporte. O primeiro deles deverá ser entregue em até 18 meses. A inauguração da primeira parte da obra está prevista para acontecer no primeiro semestre de 2014. Ainda no assunto transportes, o governador garantiu a implantação da terceira faixa de tráfego na rodovia Cônego Domênico Rangoni, no trecho entre a rodovia Anchieta e o Polo Industrial de Cubatão, que corresponde a uma extensão de 16 km (oito de cada lado).

Alckmin também ressaltou o potencial turístico das cidades da Baixada Santista. Segundo o governador, o Departamento de Apoio ao Desenvolvimento de Estâncias (DADE) fornecerá R$ 145 milhões para as prefeituras da região investirem em turismo, infraestrutura, obras na orla e ciclovias.