Notícia

O Globo

O último navio negreiro

Publicado em 14 março 2009

No fundo do mar de Angra dos Reis repousa um dos mais importantes — e incômodos   tesouros arqueológicos do país: os destroços do brigue americano Camargo, o  hólmio navio negreiro a desembarcar escravos em solo brasileiro. Ele trouxe 500 africanos para o trabalho forçado. O ano era 1852 e o tráfico já estava proibido. Por isso, para não deixar provas da operação criminosa, o capitão do navio ateou fogo à embarcação, que foi a pique. Agora, um grupo de pesquisadores acredita ter localizado a área do naufrágio na [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.