Notícia

Jornal da Unesp

O surpreendente minissapo do Paraná

Publicado em 01 janeiro 2013

Por Leticia Santos

Na Reserva Natural Salto Morado, em Guaraqueçaba, no Paraná, vive uma espécie de sapo de apenas 1,5 cm de comprimento e com três dedos nas patas traseiras – um traço muito particular, porque, geralmente, esses animais têm cinco dedos em seus membros. Batizada de Brachycephalus tridactylus, a nova espécie também se diferencia por seu colorido: amarelo alaranjado, com manchas cinza e oliva nos lados.

A primeira descrição formal dessa espécie foi feita por Michel Varajão Garey, pós-doutorando da Unesp de São José do Rio Preto, que publicou um artigo, em julho, na revista científica Herpetologica. O minissapo foi encontrado na Reserva, administrada pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza.

Garey descobriu a nova espécie durante seu mestrado, em 2007. Os estudos do pesquisador se restringiam à área mais baixa da Reserva. No entanto, em fevereiro de 2007, ele organizou uma expedição para observar melhor a região mais alta e acabou encontrando o minissapo.

“Não se sabe se a Brachycephalus t. foi encontrada em partes mais altas porque prefere ou porque só sobrevive em tais condições”, comenta Garey. “Essa última explicação parece ser a mais correta, já que ainda não se encontrou tal espécie em áreas baixas.”

Algumas amostras foram levadas para o Museu de Zoologia da USP e para o Museu da Unesp de Rio Claro, onde o pesquisador pôde comparar as espécies de minissapos em sua pesquisa de doutorado, em 2010.

Atuação

Garey é orientado da professora Denise Rossa- Feres, do Departamento de Zoologia e Botânica do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (Ibilce). Atualmente, ele participa do Projeto Sisbiota (Sistema Nacional de Pesquisa em Biodiversidade) da Fapesp.

Assessoria de Imprensa do Ibilce/São José do Rio Preto