Notícia

Veja

O salto que falta

Publicado em 16 agosto 2006

Uma marca distintiva das nações mais inovadoras do planeta é o fato de a esmagadora maioria de seus pesquisadores estar na iniciativa privada. Esse não é o caso do Brasil. Por aqui, o físico Carlos Henrique de Brito Cruz fez as contas e constatou que a universidade é o endereço de sete em cada dez cientistas. Sobram apenas três para as empresas. Alterar essa má distribuição da massa cinzenta nacional é crucial para que o país cresça de forma consistente, com base no conhecimento. "A pesquisa aumenta a capacidade de inovação, [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.