Notícia

Rádio Cultura FM - TV Cultura

“O ideal seria aumentar a produção dos imunizantes”, diz mestre e doutora em Saúde Pública

Publicado em 11 maio 2021

Por Carolina Grassmann*, Cultura FM - 103.3

https://open.spotify.com/episode/0r85fOLf6s4oJIz4LcFCl9

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, demonstrou apoio a uma proposta de renúncia da Organização Mundial do Comércio (OMC) aos direitos de propriedade intelectual para as vacinas contra a Covid-19.

A decisão, em tese, pode beneficiar países que se encontram em dificuldade de receber imunizantes, como o Brasil, México e Argentina, além de possibilitar um acréscimo na produção local.

Para analisar os efeitos desta decisão, o programa Oito em Ponto convidou a mestre e doutora em Saúde Pública, Elize Massard da Fonseca, responsável pelo projeto de pesquisa “Políticas para competitividade do setor farmacêutico: uma análise da experiência brasileira”, financiado pela FAPESP.

Segundo Fonseca, quebrar a patente de uma vacina não é a opção mais adequada neste momento. “Não é uma negociação fácil, não é rápida, e o acesso à vacina precisa ser imediato. A gente ainda vai ter que esperar o desenvolvimento desses novos produtos, uma nova aprovação regulatória”, explica. “O ideal seria aumentar a produção dos imunizantes”, diz.

O programa "Oito em Ponto", com apresentação de Sergei Cobra, vai ao ar pela Rádio Cultura FM 103.3 FM, de segunda à sexta-feira, às 8h da manhã, na Cultura FM, Cultura Brasil e no aplicativo Cultura Digital.

*Estagiária sob supervisão da profissional habilitada Letycia Holanda - MTB: 63024/SP