Notícia

Portal Exame

O fado e a identidade portuguesa

Publicado em 15 outubro 2013

Por José Tadeu Arantes, da Agência FAPESP
São Paulo – Em um mundo onde milhões de pessoas vivem fora de seus países de origem, a música constitui um poderoso fator identitário, que ajuda a resgatar identidades perdidas ou a construir novas identidades. Isso é especialmente verdadeiro em relação àquela que poderia ser chamada de canção do exílio, da emigração, do nomadismo ou da diáspora. Ao longo de décadas, por exemplo, o fado permitiu que milhares de emigrantes se reconhecessem como portugueses e que seus filhos e netos, nascidos fora de Portugal, recuperassem uma [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.