Notícia

Jornal da Tarde

O admirável mundo novo da ciência

Publicado em 30 dezembro 2000

Mecânica quântica, a Teoria da Relatividade, DNA, biotecnologia, seqüenciamento genético e Projeto Genoma, Internet: nunca, em século algum antes do seculo 20, ciência e tecnologia deram tantos passos extraordinários. Do ponto de vista da física, dois pilares importantes foram construídos neste século. O primeiro, a grande invenção desses 100 anos, foi a mecânica quântica, que demorou cerca de 26 anos para ser concluída. Todo o processo de construção da mecânica quântica, que foi feito no início do século 20, foi responsável pelo entendimento das coisas mais fundamentais e essenciais do nosso dia-a-dia. Entre outras coisas, ela é responsável pelo conhecimento do funciomento do mundo microscópico. A mecânica quântica foi fundamental para entender a estrutura do átomo e a descoberta do núcleo atômico, que ocorreu em 1910. A partir de sua descoberta, toda compreensão do mundo atômico passa necessariamente pela mecânica quântica. Assim como Newton inventou a mecânica clássica no século 17 para descrever o comportamento dos corpos - inclusive dos corpos celestes com a explicação do comportamento dos planetas -, a mecânica quântica foi o instrumento que substituiu as leis de Newton para o modelo microscópico. Outro pilar da física moderna que foi essencial para a compreensão de uma série de de fenômenos da natureza foi a Teoria da Relatividade, proposta por Albert Einstein em 1905. Esses dois pilares foram fundamentais e geraram uma série de desenvolvimentos que levaram a um melhor compreensão do universo atômico, nuclear e subnuclear. EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES Toda física das partículas elementares é feita usando esses dois ingredientes básicos: a física quântica e a teoria da relatividade. Na biologia, há duas passagens importantes. O grande progresso foi feito na década de 40 com a identificação do DNA como sendo responsável pela identidade genética. Outro passo fantástico foi em 1953, com a identificação da estrutura da molécula de DNA como sendo um modelo de dupla hélice. Certamente esta é uma data que vai ficar na história da humanidade, pois é a raiz de tudo que se fez em termos de genética e de genoma até hoje. Depois destas descobertas, a biologia passou a ter uma característica molecular. Começamos a correlacionar a estrutura de uma molécula com o comportamento de organismos e com os segredos profundos da natureza, como a hereditariedade, a evolução das espécies e também com certos tipos de doenças que se desenvolvem a partir de alterações genéticas. O projeto genoma, concluído este ano, também não pode ser esquecido e é outro passo importante. Com certeza, é um marco extraordinário. É importante resssaltar também, a importância dos instrumentos, que são essenciais para definirem o progresso científico. O avanço do conhecimento é formado por idéias, mas também por instrumentos. Entre os instrumentos mais importantes estão o computador e o laser, descoberto na década de 60. O genoma, por exemplo, é fruto de seqüenciadores e de computadores. EVOLUÇÃO CIENTÍFICA A Internet também é um conhecimento fundamental para a humanidade e um subproduto da atividade científica. A Internet, desenvolvida na década de 70, está modificando a história da humanidade. No próximo milênio, provavelmente, a Internet e o genoma vão ser os dois grandes instrumentos de evolução científica. José Fernando Perez, diretor-executivo da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp)