Notícia

O Estado de S. Paulo

O adeus ao poeta e cientista do samba

Publicado em 30 abril 2013

Por Jotabê Medeiros
Não teve Ronda nem aplauso, apenas silêncio. No adeus ao zoólogo e compositor Paulo Vanzolini, ontem, às 17 horas, no Cemitério da Consolação, cerca de 200 pessoas assistiram compungidas e caladas ao seu enterro. Havia alguém com um cavaquinho, mas não se atreveu a tocar no instrumento. Morto na noite de domingo aos 89 anos em São Paulo, Vanzolini deixou canções como Ronda, Praça Clóvis e Volta por Cima, que se tornaram ícones de São Paulo. Ele passara mal na quinta-feira e fora internado na UTI do Hospital Albert Einstein com [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.