Notícia

O Verídico

Núcleo Cunha recebe ações da Unesp sobre consciência cidadã

Publicado em 10 fevereiro 2020

Parceria permitiu realização de cursos na unidade de conservação, um dos espaços do Parque Estadual Serra do Mar

Uma parceria da Fundação Florestal, vinculada à Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do estado, com o Departamento de Educação do Instituto de Biociências (IBB) da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus Botucatu, e o Instituto Itapoty viabilizou a realização de três cursos no mês de janeiro no Núcleo Cunha, do Parque Estadual Serra do Mar.

As atividades integram o programa ConsCiência-Cidadã. O projeto do IBB é uma iniciativa de intervenção educativa e de pesquisa científica que busca estimular o voluntariado e propõe formação de pessoas para atuarem com ecoturismo, manejo de fauna, manutenção de trilhas, restauração ecológica.

As atividades contam com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Curso

O Núcleo Cunha cedeu espaço para as atividades teóricas e práticas e o alojamento para alunos e professores que participaram dos cursos de Ecoturismo de Base comunitária, realizado de 13 a 17 de janeiro; Treinamento Físico para Saúde, para o Desenvolvimento Ambiental e Ciência-Cidadã, 20 a 24; e Inventário de Animais Silvestres Aplicados à Ciência Cidadã e ao Ecoturismo de Base Comunitária, de 27 a 31.

Alunos dos municípios de Cunha, Ubatuba, Paraty, Guaratinguetá, São José dos Campos e Cachoeira Paulista participaram dos cursos em grupos de 18 e 24 pessoas. Após as capacitações e motivação, ministradas por especialista do IBB, os alunos realizaram 40 horas de prática de campo com o objetivo de coletar dados para o projeto, contribuindo para a difusão da ciência cidadã.

Proteção

Localizado no extremo norte do Parque Estadual Serra do Mar, o Núcleo Cunha protege importante remanescente de matas nebulares, a mais de mil metros de altitude, com árvores de grande porte como cedro, peroba, maçaranduba, araucária, canela, ipê, que abrigam bromélias, orquídeas, samambaias, liquens e lianas.

As florestas preservam mananciais importantes para o abastecimento de água das cidades do Vale do Paraíba e até mesmo do Rio de Janeiro. Em seu território estão as áreas de maior biodiversidade do Parque.

As florestas de altitude também abrigam muitas espécies exclusivas em risco de extinção, como o sagui-da-serra-escuro, o mono-carvoeiro e o sauá, e aves como o macuco, a jacutinga, a saudade, o cuiú-cuiú, entre outras. O relevo acidentado favorece a formação de cachoeiras, especialmente nos rios Bonito, Ipiranga e Paraibuna, tornando esse núcleo de especial interesse para a prática do ecoturismo.

serviço

PESM Núcleo Cunha
Estrada Municipal do Bairro do Paraibuna, km 20 – Bairro Paraibuna – Cunha – SP
Fone: (12) 3111-1818
E-mail: pesm.cunha@fflorestal.sp.gov.br
Horário: de segunda domingo, das 8h às 17h
Entrada franca

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Portal do Governo do Estado de São Paulo Mix Vale