Notícia

A Geração Ciência

Novas descobertas sobre o câncer de tireoide

Publicado em 11 julho 2018

Pesquisadores do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da Universidade de São Paulo (USP), descobriram uma diminuição da expressão de 52 microRNAs em tumores de tireoide. O câncer de tireoide é uma doença com bons índices de cura na maioria dos casos. Porém, em cerca de 5% dos pacientes, o tumor torna-se refratário aos tratamentos disponíveis e capaz de se disseminar pelo corpo e causar a morte.

Os dados obtidos neste estudo sugerem que os microRNAs podem ser explorados como supressores tumorais. A ideia é restaurar o nível dessas moléculas no tumor e verificar se, desse modo, conseguem impedir a progressão da doença.

A maior parte dos experimentos foram realizados em um modelo de camundongo geneticamente modificado. Nesse animal, o gene BRAF encontra-se mutado somente na tireoide. A alteração é similar à encontrada frequentemente em pacientes com tumores na tireoide ou com melanoma. Após os ensaios com animais, avaliou-se como estava a expressão desses microRNAs em pacientes com tumores tireoidianos.

Os pacientes foram analisados por meio de ferramentas de bioinformática, bancos públicos que armazenam dados genômicos de portadores da doença, como o The Cancer Genome Atlas (TCGA). Dados de 500 pacientes coletados na internet confirmaram que a expressão desses microRNAs está reduzida também em tumores humanos.

Os alvos desses microRNAs, as moléculas de RNA com as quais eles interagem, percebe que muitos deles regulam processos importantes na progressão do câncer e a disseminação de metastática, como migração e adesão celular.

Referências:

BIBLIOTECA FMUSP. Câncer de tireoide: novas descobertas. Disponível em: https://spdbcfmusp.wordpress.com/2017/12/18/cancer-de-tireoide-novas-descobertas/> . Acesso em 26 de março de 2018.

AGÊNCIA FAPESP. Identificados potenciais genes-alvo para barrar a progressão do câncer de tireoide. Acessado em: http://agencia.fapesp.br/identificados_potenciais_genesalvo_para_barrar_a_progressao_do_cancer_de_tireoide/26876/>. Acesso em: 26 de março de 2018.

Sobre Últimos Posts

Juliana Dalbó

Biomédica, formada pela UNES - Faculdade do Espírito Santo, com especialização em Gestão em Saúde Pública e Meio Ambiente pela Universidade Cândido Mendes - UCAM. Atualmente cursa doutorado em Biotecnologia na Universidade do Espírito Santo pela RENORBIO - Rede Nordeste de Biotecnologia.