Notícia

Jornal da USP online

Nova teoria explica formação de buracos negros gigantes

Publicado em 17 agosto 2018

Por Luiza Caires

download do áudio

De acordo com um novo estudo com participação de um astrônomo brasileiro, é possível que os buracos negros gigantes tenham se formado de uma maneira diferente da imaginada pelos cientistas. A teoria mais aceita afirma que buracos negros supermassivos se originaram em razão da implosão final de estrelas, com o colapso de imensas nuvens de gás. Segundo a nova teoria, não teria sido necessário o surgimento das primeiras estrelas para que se formassem os primeiros buracos negros. E os demais buracos negros descenderiam desses primordiais.

O professor João Steiner, astrofísico do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP, comenta o trabalho descrito em artigo na revista científica Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

Ouça mais detalhes na coluna Entender Estrelas, clicando no player acima.

Com informações da revista Pesquisa Fapesp