Notícia

Gazeta Mercantil

Nova droga combate a vontade de fumar

Publicado em 27 março 1996

Por AP/Dow Jones
A Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos aprovou um "spray" nasal de nicotina para ajudar os fumantes inveterados a deixar o hábito. O "spray", aprovado na última semana, é um frasco com vaporizador que comporta 100 miligramas de nicotina que os fumantes podem inalar para amenizar a vontade de fumar. A Pharmacia & Upjohn Inc. criou o "spray", mas o licenciou para a McNeil Pharmaceuticals para venda sob o nome Nicotrol NS. Os fumantes norte-americanos já podem adquirir emplastros de nicotina mediante receita ou, a "partir do mês que vem, comprar chiclete de nicotina sem receita para ajudá-los a deixar o hábito. Mas o "spray" nasal é muito mais poderoso, atingindo a corrente sanguínea mais rápido que o chiclete ou o emplastro, e os cientistas advertiram no ano passado o FDA de que sua venda deveria ser autorizada apenas com advertências rígidas contra seu uso abusivo. O FDA disse que o "spray" deveria ser usado por apenas três meses - e nunca mais de seis meses - de maneira que os fumantes não acabem ficando tão dependentes da nicotina contida numa garrafa quanto o são da nicotina contida num cigarro. Os fumantes inalam uma ou duas borrifadas do "spray" por hora, mas nunca mais que cinco doses por hora. Cada dose contém 1 miligrama de nicotina. Os pacientes são advertidos a manter cautela contra a overdose - 40 miligramas de nicotina tomadas de uma só vez podem ser letais. Em três estudos envolvendo 369 usuários do "spray", apenas 26 pessoas usaram-no por doze meses inteiros. Os pesquisadores do Pharmacia disseram ao FDA que 95 pessoas deixaram o hábito graças ao "spray" - mas que ele ainda revelava uma taxa de reincidência de 43%. O "spray" é um pouco desagradável para borrifar no nariz, dizem os cientistas. As pessoas portadoras de problemas nasais ou dos seios nasais, alergias ou asma não devem usá-lo, alertou o FDA.