Notícia

Folha de S. Paulo

No início da gestação, placenta fica mais vulnerável ao zika

Publicado em 15 fevereiro 2017

Por Reinaldo José Lopes
A placenta, órgão que conecta mãe e bebê durante a gravidez, é muito mais vulnerável aos ataques do vírus da zika no começo da gestação, indica um estudo assinado por pesquisadores do Brasil e dos EUA. Os dados, se forem confirmados, podem trazer algum alívio às grávidas que vivem nas áreas infestadas pelo transmissor do vírus, o mosquito Aedes aegypti. Análises anteriores haviam sugerido que mesmo uma infecção por zika no final da gestação poderia ser suficiente para causar problemas neurológicos severos nos bebês, [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.