Notícia

Software Livre

Nexxto: investimento da SP Ventures

Publicado em 23 setembro 2015

A Nexxto, companhia paulista especializada em soluções corporativas de IoT, recebeu uma rodada de investimento da SP Ventures, gestora de capital de risco que investe em projetos de base tecnológica no estado de São Paulo.

Os recursos recebidos pela empresa, de valor não aberto, serão investidos na diversificação do portfolio de produtos e soluções da empresa, no aumento de sua presença nacional e na expansão de ações comerciais e de marketing.

 

Criada em 2010 com o nome de Rfideas, com foco no mercado de identificação por rádiofrequência (RFID), a empresa buscou o aporte para firma a nova marca Nexxto, após desenvolver uma plataforma de IoT que será lançada em breve.

 

Com o investimento da SP Ventures, o conselho de administração da Nexxto passará a contar, além dos sócios-fundadores, com dois conselheiros independentes indicados pela gestora: Claudia Goulart, executiva que ocupou posições de destaque em empresas como GE Health e Citibank; e André Cunha, fundador de empresas como LinkCel, Brightpoint e e-Wally.

 

De acordo com a companhia, a nova plataforma ampliará o escopo de atuação a partir da oferta de soluções que atenderão diversas aplicações de negócios no mercado de IoT, segmento que deve movimentar US$ 19 trilhões em todo o mundo até 2020, de acordo com a Cisco.

 

“Estamos trabalhando no desenvolvimento de novas e inovadoras soluções, como Smart Tags que permitirão o monitoramento inteligente de temperatura, localização, segurança e movimentação de qualquer item que desejemos controlar”, afirma Lucas Albrecht de Almeida, sócio e diretor comercial.

 

Liderada pelos sócios fundadores Antonio Carlos Rossini Junior, Lucas Frederico Albrecht de Almeida e Matheus Nani Costa, a companhia tem entre seus clientes a Equinix, empresa global de datacenters que recentemente adquiriu a Alog no Brasil, a BM&F Bovespa e a UOL Diveo.

 

A primeira solução da nova marca, utilizada pelas empresas acima citadas, é o Automatic Real Time Information System (Artis), um sistema de rastreamento, controle e gestão de objetos em tempo real via RFID.

 

De acordo com o diretor comercial, a aplicação permite o monitoramento de equipamentos de TI em datacenters, controle e inventário automatizado para ativos fixos, reduzindo em até 80% os desvios de equipamentos.

 

"Atualmente o ARTIS monitora mais de 200 mil ativos tecnológicos e não-tecnológicos, em mais de 10 diferentes localidades em todo o país", completa o executivo.

 

Segundo ressalta Almeida, no roadmap de novos produtos da empresa estão previstas outras novidades com foco tanto no mercado corporativo quanto no consumidor final. O plano com os investimentos também prevê uma expansão no mercado da América Latina.

 

A SP Ventures é a gestora do Fundo de Inovação Paulista (FIP), que conta com o apoio e recursos da Desenvolve SP, FINEP, FAPESP, Sebrae-SP, CAF e Jive Investments para investir em startups de base tecnológica do estado de São Paulo, com um capital comprometido de R$105 milhões e um portfólio-alvo de 20 empresas de base tecnológica a serem investidas até 2017.