Notícia

Psique Ciência & Vida

Neurociência - cola para os nervos

Publicado em 02 fevereiro 2011

A realização de reparos eficientes em lesões do sistema nervoso é um desafio para a medicina. Compreender o rearranjo dos circuitos neurais provocado por essas lesões pode ser um passo fundamental para aperfeiçoar a sobrevivência e a capacidade regenerativa dos neurônios motores e restabelecer os movimentos do paciente. A partir de investigações sobre esses mecanismos de rearranjo dos circuitos nervosos, um grupo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) está desenvolvendo um modelo inovador que associa terapia celular ao reimplante das raízes nervosas. Para restabelecer a conexão entre o sistema periférico e o central, os pesquisadores utilizam células-tronco mononucleares de medula óssea e uma "cola" desenvolvida a partir do veneno de serpentes. O projeto é coordenado por Alexandre Leite Rodrigues de Oliveira, professor do Departamento de Anatomia, Biologia Celular e Fisiologia e Biofísica, e conta com o apoio da Fapesp por meio da modalidade Auxílio à Pesquisa - Regular.

(Fonte: Agência Fapesp)