Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Neil Silberman concede webconferência sobre 'Patrimônio' nesta sexta de manhã

Publicado em 31 maio 2012

A Unicamp transmite para vários pontos do país, a partir das 9h30 desta sexta-feira, uma webconferência do professor Neil Silberman, docente da Universidade de Massachusetts (Amherst) que organizou o Center for Heritage and Society, referência nos estudos de Arqueologia Pública, História Pública, Patrimônio e Sociedade. O renomado antropólogo escreveu A Bíblia não tinha razão (2001), em coautoria com Israel Finkelstein – o livro se tornou best-seller por levar aos leitores os resultados das últimas descobertas arqueológicas no espaço geográfico abarcado pelos textos do Antigo Testamento, principalmente o Pentateuco (os cinco primeiros livros da Bíblia: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio), ou Torá.

Neil Silberman está no Brasil a convite do Laboratório de Arqueologia Pública (LAP) da Unicamp, com apoio da PRP/Faepex e da Fapesp, e ofereceu palestras e um minicurso para graduandos e pós-graduandos  da Universidade durante a semana de 21 a 25 de maio. No primeiro dia, ele deu uma aula introdutória sobre temas relacionados a “Patrimônio” para alunos da disciplina de História Antiga. De 22 a 24, o minicurso “Usos políticos da Arqueologia”, em que discutiu os limites e usos de patrimônios culturais e materiais pelas sociedades do presente.

O minicurso foi entremeado pela palestra “Arqueologia Bíblica”, no dia 23, quando Silberman abordou as recentes pesquisas e descobertas desta área, na qual ganhou reconhecimento internacional. No dia 25, foi a vez do convidado conhecer os temas estudados por alunos de iniciação científica, mestrado, doutorado e pós-doutorado orientados pelos professores Pedro Paulo Funari e Aline Vieira de Carvalho (coordenadora do LAP), dando a eles indicações que contribuam para o desenvolvimento de suas pesquisas.

A importância de Neil Asher Silberman nos estudos referentes a patrimônio, memória e usos da História e da Arqueologia na construção do passado é substancial. O antropólogo é vinculado ao Comitê Científico Internacional do Icomos, organização civil internacional ligada à Unesco e voltada ao aconselhamento no que se refere ao tombamento de bens que receberão o título de Patrimônio Cultural da Humanidade. Entre os anos de 2000 e 2007, Silberman atuou como diretor do Ename Center for Public Archaeology and Heritage Management, na Bélgica, órgão de referência em preservação patrimonial. Atualmente, atua em projetos de apresentação e interpretação do patrimônio cultural considerando sua conservação sustentável.

A webconferência “Patrimônio” é uma iniciativa inédita viabilizada pelo Centro de Computação (CCUEQ) da Unicamp e contará com participantes também de universidades de Portugal e da Inglaterra. Na tarde desta sexta-feira, Neil Silberman fala sobre “Arqueologia Pública” no programa Diálogos sem Fronteiras, entrevistado pelo professor Funari, na RTV Unicamp.