Notícia

Tamoios News

Navio da USP fará pesquisa em Alcatrazes

Publicado em 15 julho 2018

O navio Alpha Crucis, do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo(IO-USP) fará uma expedição no Refúgio de Vida Silvestre do Arquipélago de Alcatrazes, em São Sebastião, no Litoral Norte do Estado. Trata-se de uma área de 67.479,29 hectares e os planos, em parceria com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, incluem o monitoramento da vida marinha local.

A presença dos pesquisadores cientistas em Alcatrazes irá ocorrer logo após eles retornarem da expedição que estão fazendo no Rio Grande do Sul. A expedição é financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. As expedições aos sul do país ocorrem duas vezes ao ano, nelas são coletadas e comparadas informações como temperatura, salinidade, concentração de carbono, pressão e oxigênio da água do mar. Dados importantes para prever a reação dos oceanos diante da interferência humana dos últimos anos.

Navio

O navio Alpha Crucis conta com cinco laboratórios. Dois são destinados às análises químicas da água do mar, estudando sua acidez e a concentração de carbono e, ainda, identificando de elementos e nutrientes. Outros dois são voltados para avaliar as propriedades físicas da água, como temperatura e salinidade. O quinto laboratório é reservado para análises biológicas.

Para realizar esses testes, a equipe conta com um processo específico para captação da água. Ele utiliza 24 garrafas especiais, que coletam amostras em profundidades pré-determinadas.

O navio conta ainda com um cabo de cinco mil metros de comprimento, feito de aço e com um núcleo condutor. Na ponta dele, há um instrumento responsável por medir propriedades como concentração de sal e de oxigênio, temperatura, pressão e também a velocidade, utilizando um perfilador acústico. Toda informação obtida é transmitida para bordo e uma série de computadores vai registrando para posterior análise.