Notícia

JC e-mail

Natura divulga vencedores de prêmio de inovação

Publicado em 06 dezembro 2010

Vencedores ganharão um curso na área de inovação tecnológica na Sloan School of Management do Instituto de Tecnologia de Massachussetts (MIT)

A Natura anunciou na semana passada, em São Paulo, os vencedores do Prêmio Natura Campus de Inovação Tecnológica 2010. O primeiro lugar ficou com o projeto "Metodologia não invasiva do diagnóstico da pele", coordenado pelo pesquisador Anderson Zanardi de Freitas no Instituto Nacional de Pesquisas Nucleares (Ipen).

O projeto "Projeto de permeação cutânea", coordenado pela professora Maria Vitoria Bentley na Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), ficou em segundo.

Em terceiro lugar ficou o projeto "Bioprospecção do potencial aromático de espécies nativas do bioma Mata Atlântica no estado de São Paulo: ocorrência, taxonomia, caracterização química, genética e fisiológica de populações", coordenado pela Márcia Ortiz Mayo Marques no Instituto Agronômico (IAC).

Os três vencedores do prêmio ganharam um curso na área de inovação tecnológica na Sloan School of Management do Instituto de Tecnologia de Massachussetts (MIT), em Cambridge, nos Estados Unidos.

Lançado em 2007, o prêmio é concedido a cada dois anos a projetos escolhidos entre os finalizados e desenvolvidos por universidades e instituições de pesquisa do Brasil e do exterior em parceria com a Natura.

Nesta edição, concorreram projetos realizados por pesquisadores da USP, IAC, Ipen, Universidade Estadual de Campinas, Universidade de Caxias do Sul, Instituto de Pesquisas Tecnológicas, Laboratório Nacional de Biociências e Universidad Tecnica Particular de Loja (Equador).

Os trabalhos foram avaliados por uma comissão formada por assessores internos e externos de órgãos de fomento à pesquisa e de reconhecidas instituições de ensino e pesquisa. Os critérios para seleção dos vencedores foram a qualidade dos resultados e objetivos do projeto, a consistência técnica e diferenciação e a intensidade da inovação.

Como reconhecimento pelo estímulo à parceria entre instituições de pesquisa e empresas em projetos colaborativos, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) também foi homenageada na cerimônia de anúncio dos ganhadores do prêmio, que ocorreu na sede da Natura, em Cajamar.

(Com informações da Agência Fapesp, 6/12)