Notícia

Embanews

Nanofibras de celulose

Publicado em 01 janeiro 2011

A Embrapa e a Braskem iniciaram um convênio de cooperação científica e tecnológica para identificar nanofibras de celulose de diferentes fontes vegetais e biodegradáveis para uso na indústria. Para tanto, serão testados como matéria-prima o bagaço de cana, resíduos de casca de coco, variedades específicas de algodão colorido, sisal, curauá e resíduos agrícolas.

O projeto tem o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e da Fundação para o Incremento da Pesquisa e do Aperfeiçoamento Industrial (Fipai). Com recursos de R$ 500 mil, o projeto faz parte do programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para inovação Tecnológica (PITE), que tem como apoiar financeiramente projetos de pesquisa cooperativos a serem estabelecidos em parcerias com instituições de ensino superior e de pesquisa, públicas ou privadas, do Estado de São Paulo.