Notícia

Jornal Primeira Página online

Museu Catavento inaugura sala sobre dinossauros brasileiros

Publicado em 08 março 2017

Conhecido por suas instalações tecnológicas que deixam o aprendizado das ciências mais lúdico, o Catavento Cultural, Museu do Governo do Estado de São Paulo, inaugura, no dia 18 de fevereiro, ala dedicada aos dinossauros brasileiros. Com 100m², a sala Dinos do Brasil ficará na seção "Vida" do Museu e dará ao visitante a chance de fazer um passeio pelo território brasileiro na era mesozóica - entre 250 milhões e 65 milhões de anos atrás - com auxílio de óculos de realidade virtual.

Desenvolvida pela startup brasileira VR Monkey com patrocínio da Intel e da Ambev, a sala Dinos do Brasil terá sete sessões diárias com 40 minutos de duração e capacidade para 25 pessoas. A bordo de uma cápsula do tempo, a atividade levará o público para uma viagem pelas paisagens primitivas do Brasil, de norte a sul, nos períodos Triássico e Cretáceo. Uberabatitan, Abelissauro, Unaissauro e Saturnália são algumas das espécies de dinossauros brasileiros que irão interagir com os visitantes, junto a outros animais pré-históricos, em meio a um passeio por florestas, desertos e áreas vulcânicas que, à época, faziam parte do relevo do território nacional. A experiência multissensorial, que estimula visão, audição e senso de direção, irá atrair não somente as crianças, frequentadoras assíduas do museu, mas também os adultos que apreciam História, tecnologia e games.

O projeto contou com a consultoria do Prof. Dr. Luiz Anelli do Instituto de Geociências da USP, com o apoio da FAPESP por meio do PIPE. É o primeiro projeto de realidade virtual financiado pela Lei Rouanet.

Sobre o Catavento – Fruto de parceria entre as Secretarias Estaduais da Cultura e da Educação, o espaço foi inaugurado em março de 2009. São mais de 250 instalações, em oito mil metros quadrados, divididas em quatro seções (Universo, Vida, Engenho e Sociedade), cada uma delas elaborada com iluminação e sons diferentes, que contribuem para criar atmosferas únicas e envolventes. Atrações como aquários de água salgada, anêmonas e peixes carnívoros e venenosos, uma maquete do sol e uma parede de escaladas onde é possível ouvir histórias de personalidades como Gengis Khan, Júlio César e Gandhi, são apenas alguns exemplos de como o visitante pode aprender e se divertir ao mesmo tempo.

No local também é possível conferir as atrações da Fundação Museu da Tecnologia de São Paulo, que teve seu acervo transferido para o Catavento no início de 2011. Entre os principais equipamentos estão a locomotiva Dübs (fabricada em 1888 na Inglaterra que pertenceu à Cia. Paulista de Estradas de Ferro e foi usada brevemente para o transporte de carga) e o avião DC-3 (1936), que foi utilizado como cargueiro militar na Segunda Guerra Mundial.

Escrito por Redação