Notícia

FAPERJ - Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro

Mudanças climáticas: sai resultado

Publicado em 22 setembro 2011

A FAPERJ e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) anunciaram simultaneamente, nesta quinta-feira, 22 de setembro, o resultado da chamada Mudanças Climáticas Globais, elaborada a partir de convênio de cooperação científica entre as duas instituições. Foram selecionados 14 projetos a serem desenvolvidos cooperativamente por grupos de pesquisadores vinculados a instituições de ensino e pesquisa sediadas nos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro. Esta é a primeira iniciativa conjunta das duas agências de fomento, que cofinanciarão as propostas selecionadas. Para os projetos apresentados por pesquisadores vinculados a instituições sediadas no estado de São Paulo, aplicam-se as normas da FAPESP; e para as propostas de pesquisadores vinculados a instituições sediadas no estado do Rio de Janeiro, as normas da FAPERJ.

Dentre os principais objetivos da parceria, estão a criação de conhecimento científico e a formação de competências e alianças estratégicas na área, contribuindo para o desenvolvimento científico e tecnológico dos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro. Também se almeja que os projetos incentivem a difusão do conhecimento e a implementação de projetos inovadores de pesquisa científica ou tecnológica, envolvendo estudantes de nível superior, e que seus resultados gerem publicações de artigos científicos e propriedade intelectual. As atividades de cada uma das partes, estados de São Paulo e do Rio de Janeiro, serão financiadas pela respectiva agência: em São Paulo, como Auxílio Regular à Pesquisa, à FAPESP; e no Rio de Janeiro, como propostas submetidas a este programa (FAPERJ-FAPESP "Mudanças Climáticas Globais ? 2010"). A duração de cada projeto deve ser de até 24 meses.

Os temas de interesse incluem: consequências das mudanças climáticas globais no funcionamento dos ecossistemas, com ênfase em biodiversidade e nos ciclos de água, carbono e nitrogênio; balanço de radiação na atmosfera, aerossóis, gases-traço e mudanças dos usos da terra; mudanças climáticas globais, agricultura e pecuária; energia e gases de efeito estufa ? emissões e mitigação; mudanças climáticas e efeitos na saúde humana; e dimensões humanas das mudanças climáticas globais: impactos, vulnerabilidades e respostas econômicas e sociais, incluindo adaptação às mudanças climáticas.

No âmbito dessa chamada, são considerados pesquisadores elegíveis: (a) para submissão de propostas à FAPESP: pesquisadores com grau de doutor ou equivalente, vinculados a instituições de ensino superior ou pesquisa, públicas ou privadas, sediadas no estado de São Paulo, que preencham os demais requisitos para apresentação de Auxílios Regulares à Pesquisa; e (b) para submissão de propostas à FAPERJ: pesquisadores com grau de doutor ou equivalente, vinculados a instituições de ensino superior ou pesquisa, públicas ou privadas, sediadas no estado do Rio de Janeiro.

Cada proposta terá dois pesquisadores responsáveis: um pelo lado do estado de São Paulo, que deverá ser vinculado a uma instituição de ensino superior e de pesquisa paulista; e um pelo lado do estado do Rio de Janeiro, que deverá ser vinculado a uma instituição de ensino superior e de pesquisa fluminense.

Por parte da FAPERJ, são financiáveis itens dos grupos de custeio e de capital, indispensáveis à realização do projeto, de acordo com o classificador de receita e despesa do estado do Rio de Janeiro (disponível no site www.planejamento.rj.gov.br), compreendendo: aquisição de materiais permanentes e equipamentos; serviços de terceiros (pessoas físicas e jurídicas) com caráter eventual, para manutenção de equipamentos e de material permanente, e para a realização de pequenos reparos e adaptações de bens imóveis; diárias e passagens para missões de pesquisadores e estudantes, seminários, oficinas e visitas institucionais a outras instituições, especificamente nos dois estados parceiros deste programa e no âmbito das propostas apresentadas (não serão permitidas diárias e passagens para participação em reuniões científicas fora do âmbito das propostas); material de consumo, componentes e/ou peças de reposição de equipamentos; despesas acessórias para importação (até o máximo de 18% do valor do bem importado). Todos os itens solicitados deverão ser plenamente justificados na proposta apresentada.

Quanto às despesas para mobilidade: a FAPERJ apoiará, nas solicitações selecionadas, passagens aéreas e diárias de pesquisadores e estudantes do estado do Rio de Janeiro em missões ao estado de São Paulo; a FAPESP apoiará, nas solicitações selecionadas, recursos para passagens aéreas e diárias de pesquisadores e estudantes do estado de São Paulo em missões ao estado do Rio de Janeiro. As despesas de intercâmbio estão limitadas à duração máxima de 60 dias a cada ano de pesquisa, divididos segundo a conveniência dos pesquisadores envolvidos, desde que previstas e devidamente justificadas no projeto apresentado.

Os selecionados agora deverão aguardar comunicado da Fundação para receber seus termos de outorga.

Confira a listagem completa dos contemplados do edital FAPERJ-FAPESP de Apoio às Mudanças Climáticas Globais - 2010