Notícia

CBN Notícias (Ribeirão Preto, SP)

MST invade parte da Estação Experimental de Zootecnia

Publicado em 16 julho 2016

Neste sábado (16), por volta das 7h, cerca de 250 famílias integrantes do Movimento Sem Terra (MST) invadiram parte da Estação Experimental de Zootecnia, pertencente ao Estado de São Paulo, localizada na avenida Bandeirantes, na zona Oeste de Ribeirão Preto. De acordo com o Governo do Estado, o local, que é usado como Polo Regional de Pesquisa e é vinculado a Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), da Secretaria da Agricultura, teve as portas dos laboratórios e sede arrombadas pelos invasores.

A polícia já está no local e fechou diversos acessos da via marginal que dá acesso à Estação, no sentido Ribeirão Preto-Sertãozinho. Até as 13h30, apesar da intensa movimentação, não houve confronto com a polícia.

Em nota, a Secretaria de Agricultura informou que deve entrar com o pedido de reintegração de posse e que parte do trabalho de pesquisa realizada no Polo pode ficar afetada. “O Governo do Estado condena a invasão e depredação de grupos de movimentos sem terra do Polo Regional de Pesquisa de Ribeirão Preto”. No mesmo documento, o governo informa que “nos últimos anos, o Polo teve investimento de R$ 1 milhão direto do Governo do Estado e da Fapesp para desenvolver as suas pesquisas, que podem estar se perdendo por este ato”.

MST

Um representante do MST, que se identificou apenas como Fred, informou que o motivo da ocupação de sábado pela manhã tem a ver com a decisão do governo do Estado em pôr à venda parte da área da Estação Experimental. “É uma área que se quer vender para [o governo do Estado] poder fazer dinheiro e cobrir o rombo das finanças. Por isso fizemos a ocupação para reivindicar a área para a reforma agrária. Queremos fazer aqui um assentamento, para podermos produzir alimentos para Ribeirão Preto”, disse.

A Estação Experimental de Zootecnia é uma área de 567 hectares que pertence à Fazenda do Estado e que é gerida pela Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento. Em abril deste ano, o governo Alckmin enviou um projeto de lei propondo a venda de mais da metade do local e de outras 78 existentes no Estado. Todas elas envolviam áreas de 16 institutos de pesquisa. No total, o governo espera arrecadar R$ 1,43 bilhão, “que poderá ser utilizado de modo mais condizente com o interesse público que se coloca no atual cenário socioeconômico”, segundo o projeto de lei.

Outras invasões

Em março deste ano, diversas vacas usadas em estudos científicos na Fazenda Experimental foram transferidas para outra estação, em Nova Odessa (SP). A transferência ocorreu uma série de furtos de animais que nos últimos três anos, atingiu 64 animais. A decisão de transferir definitivamente os animais para a Estação de Zootecnia de Nova Odessa, na região de Campinas, foi criticada por pesquisadores da estação.

ACidade ON / Da reportagem