Notícia

Jornal Cidades Online

MPT apresenta dados sobre acidentes de trabalho de 2017 no país

Publicado em 04 março 2018

MPT apresenta dados sobre acidentes de trabalho de 2017 no país Evento terá a presença de Nancy Leppink, principal autoridade de saúde e segurança da OIT BRASÍLIA. Na próxima segunda-feira o Ministério Público do Trabalho divulgará a atualização, com dados de 2017, sobre acidentes de trabalho no Brasil e as implicações disso nas áreas de saúde e economia do país. São dados sobre mortes, afastamentos médicos, pensões, que provocam impactos na Previdência Social, e foram extraídos do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho desenvolvido pelo MPT e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

A estimativa é de um impacto de mais de 25,4 bilhões na Previdência Social nos últimos seis anos. A divulgação acontecerá às 10h, na sede da Procuradoria-Geral do Trabalho (PGT), em Brasília, em evento que contará com a presença da diretora da OIT na área de gestão do Trabalho e Inspeção em Saúde e Segurança do Trabalho, Nancy Leppink. Os dados revelam ainda que que as maiores vítimas de acidentes são os trabalhadores de menor remuneração e que têm também mais lesões incapacitantes. Outra informação importante do cruzamento de dados é que o principal agente causador de acidentes de trabalho no Brasil, são máquinas e equipamentos.

Por isso, o MPT apresentará, durante a solenidade, uma nota técnica a respeito da Norma Regulamentadora 12, que fixa regras sobre segurança no trabalho no uso de máquinas e equipamentos. Na nota técnica, serão divulgadas informações inéditas sobre os acidentes de trabalho nos país: principais agentes causadores, perfil salarial, letalidade e incapacitação para o trabalho, despesas previdenciárias e dias perdidos de trabalho.

Os dados são fundamentais para a atuação estratégica do MPT e de governos, permitindo o aprimoramento de políticas públicas em matéria de saúde e segurança no trabalho. Também contribuem para pesquisas e para que o tema da prevenção de acidentes seja discutido de forma mais qualificada na sociedade.

SOBRE O OBSERVATÓRIO DE SST O Observatório utiliza tecnologia livre e gratuita (open source) e foi criado pela equipe do Smart Lab de Trabalho Decente MPT-OIT. A ferramenta foi concebida seguindo parâmetros científicos da pesquisa “Acidente de Trabalho: da Análise Sócio Técnica à Construção Social de Mudanças”, conduzida pela Faculdade de Saúde Pública da USP, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e em cooperação com o MPT. O Smart Lab de Trabalho Decente é um laboratório multidisciplinar de gestão do conhecimento, instituído por meio de um acordo de cooperação técnica internacional entre o MPT e a OIT, com foco na promoção do trabalho decente no Brasil. Os dados do Observatório foram obtidos mediante acordo de cooperação com o Ministério da Fazenda, com a colaboração da Coordenação de Monitoramento de Benefícios por Incapacidade.

SERVIÇO Divulgação dos acidentes de trabalho no Brasil Data: 05/03/2018

Horário: 10h

Local: sede da Procuradoria-Geral do Trabalho (PGT), SAUN Quadra 5, Lote C, Torre A, Centro Empresarial CNC