Notícia

Agora São Paulo online

Mortes violentas têm relação com uso de álcool ou droga

Publicado em 15 outubro 2018

Por Fabrício Lobel

Na maioria das mortes violentas ocorridas na capital, a vítima consumiu álcool ou drogas momentos antes do óbito, diz estudo da Faculdade de Medicina da USP.

Os testes foram feitos nos Institutos Médicos Legais da cidade de São Paulo em 2014 e 2015.

As vítimas são adultos que foram feridos fatalmente ou tiveram morte súbita, inesperada ou violenta.

Segundo a legislação, essas mortes já são obrigatoriamente submetidas a uma autópsia.

Nos exames, porém, nem sempre são feitos testes toxicológicos, que podem apontar consumo de álcool ou de drogas pela vítima horas antes de sua morte.

Leia esta reportagem completa na edição impressa do Agora, nas bancas nesta segunda, 15 de outubro, nas bancas