Notícia

Nota 10

Missão australiana busca parcerias educacionais com o Brasil

Publicado em 16 abril 2015

Entre os dias 22 e 24 deste mês a Missão de Educação para América Latina do Governo de Victoria, da Austrália, visita o Brasil para uma série de fóruns e reuniões de alto nível com líderes da indústria e membros dos governos australiano e brasileiro. A Missão, liderada pelo Ministro para Formação e Competências, Hon. Steve Herbert, visita as cidades de São Paulo e Curitiba onde irá participar de eventos com membros dos governos desses estados, universidades, instituições educacionais técnicas e de ensino superior, e centros de pesquisa como a Fapesp e CNI.

 

A delegação, composta por cerca de 20 especialistas em ensino superior, formação profissional e treinamento tem por objetivo dividir seus conhecimentos e estabelecer novos projetos e parcerias em áreas de mútuo interesse entre o Brasil e a Austrália. Áreas como a educação, gerenciamento da água, planejamento urbano sustentável, agricultura e biotecnologia. O estado de Victoria está entre os líderes na provisão de ensino superior, com universidades e educação vocacional de alta qualidade com expertise em toda a gama de disciplinas.

 

A educação internacional é a maior indústria de exportação do Estado de Victoria, gerando mais de 4,7 bilhões de dólares australianos em receita de exportação e cerca de 30 mil postos de trabalho. Existem mais de 150 mil alunos estrangeiros estudando nas instituições de ensino de Victoria.

 

O gerenciamento da água também é uma área de mútuo interesse, tanto no Brasil quanto em outros países na América Latina, Victoria é reconhecida por sua expertise nesse assunto como também pela sua avançada indústria da água e definições de políticas para esse setor.

 

Além dessa missão, duas outras delegações advindas de países da América Latina deverão visitar o Estado de Victoria em setembro de 2015. Isso fortalecerá as parcerias em pesquisas e compartilhamento de conhecimento guiados por um programa com foco nos países deste continente, que estão em reformulação nos seus setores de educação e formação profissional.