Notícia

Costa Norte

Ministro visita novas instalações da Unifesp de Santos

Publicado em 17 fevereiro 2012

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, conheceu nesta quinta-feira (16), as novas instalações do campus da Unifesp (Universidade Federal de SP), situada em Santos. O ministro destacou que a ampliação da unidade é o 1º passo para um processo irreversível de formação de recursos humanos para a região da Baixada Santista, que precisa de profissionais na área de saúde. "Tudo isso significa uma perspectiva de formar profissionais competentes, participando, exercendo a cidadania; é assim que se faz uma universidade", afirmou.

Já o reitor da Unifesp, Walter Albertoni, destacou a missão da universidade de formar quadros. "Todos os professores têm doutorado e são pesquisadores da Capes [Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior], do CNPq [Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico] e da Fapesp [Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de SP]".

Estrutura

O campus da Baixada foi criado há sete anos. Desde 2007 em construção, a nova estrutura é composta por dois blocos, com área total de 17 mil m², 40 laboratórios de pesquisa, 12 laboratórios didáticos, 21 salas de aula e biblioteca. Foram investidos R$ 35 milhões. Parte dos recursos provém do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais, o Reuni. Além das atividades acadêmicas funcionará no local a direção do campus, que tem outras três unidades em Santos. Nas novas instalações, a partir deste ano, vai funcionar também o restaurante da universidade.

Atendimento

A unidade Silva Jardim, como será conhecida, vai atender 1,2 mil estudantes dos cursos de serviço social, psicologia, terapia ocupacional, fisioterapia, nutrição e educação física. No total, contará com 1,4 mil alunos, 200 deles matriculados no novo curso de ciências do mar, que funcionará na unidade da Ponta da Praia. As aulas terão início no dia 27 próximo, em todas as unidades.

1º da Baixada

Para a diretora acadêmica do campus, Regina Spadari, as modernas instalações são fator decisivo para a aprovação, pela Capes, do programa de doutorado do curso de pós-graduação interdisciplinar em ciências da saúde — o curso é oferecido em nível de mestrado desde 2010. É o 1º programa de doutorado em saúde da Baixada, destinado a formar recursos humanos de alto nível para atuação na região.

Expansão

Visando dar continuidade à expansão da universidade pública na cidade, a prefeitura está em tratativas para ceder à Unifesp dois terrenos do antigo Colégio Docas, totalizando área de 5.400 m², sendo parte da União, e parte do município. Com isso, não haveria necessidade de desapropriações no entorno do campus da Vila Mathias. Outra chance e de expansão para a Unifesp diz respeito a espaços e terrenos da Codesp. Clubes e agremiações esportivas também serão consultados para parcerias com o objetivo de ceder suas instalações para uso dos alunos do curso de educação física.

O prefeito João Paulo Tavares Papa (PMDB) entregou documento ao ministro solicitando verba para a construção do prédio que abrigará o Núcleo do Parque Tecnológico e a Fundação Parque Tecnológico de Santos, nos espaços livres do Cais (Centro de Atividades Integradas de Santos) Colégio Santista, na Vila Nova.