Notícia

Portugal Digital

Ministro da Educação de Portugal no Brasil para acordo de abertura de escolas portuguesas no país

Publicado em 20 agosto 2014

Por Da Redação

Brasília - O ministro português da Educação e Ciência, Nuno Crato, deverá assinar, quinta-feira (21), em Brasília, com o ministro da Educação, José Henrique Paim, um memorando para a constituição de escolas portuguesas no Brasil, estando já definido que a primeira dessas instituições será instalada em São Paulo.

 

O ministro viaja acompanhado do secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar, João Casanova de Almeida, que vai assinar em São Paulo com o secretário estadual de Educação o protocolo que permitirá a abertura do estabelecimento de ensino.

 

Durante a visita de dois dias ao Brasil, Nuno Crato manterá também conversações com o ministro brasileiro da Ciência e Tecnologia, Clelio Campolina Diniz, com vista à criação do Centro Unesco-Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Crato deverá ainda reunir-se com dirigentes da Fapesp-Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo, para avaliação da cooperação com a portuguesa Fundação para a Ciência e Tecnologia.

 

A escola na capital paulista será "a primeira nas Américas, e tem o peso simbólico de ser no estado de São Paulo, onde reside uma das maiores comunidades portuguesas no estrangeiro", de acordo com nota divulgada pelo governo português.

 

As autoridades portuguesas afirmam que a escola em São Paulo oferecerá "um sistema de ensino português, de matriz europeia" e será aberta a alunos de qualquer nacionalidade.

 

A nova escola ficará integrada na rede de escolas públicas que o Ministério da Educação e Ciência de Portugal mantém em vários países, designadamente em Maputo, capital de Moçambique, e em Macau, na China, estando em processo de criação uma unidade em Cabo Verde.