Notícia

Convergência Digital

Microsoft e Fapesp disponibilizam US$ 800 mil para pesquisadores

Publicado em 10 abril 2007

Lilian Cunha, especial para o Convergência Digital A Microsoft e a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) lançaram nesta terça-feira, 10/4, o Instituto Microsoft Research — Fapesp de Pesquisas em TI, primeiro do gênero na América Latina. A iniciativa visa financiar projetos tecnológicos de natureza multidisciplinar de cientistas ligados a universidades e institutos de pesquisa do estado de São Paulo. Seu objetivo principal é encontrar soluções para problemáticas locais, como congestionamentos, exclusão digital e poluição. O investimento inicial do Instituto será de US$ 800 mil (R$ 1,6 milhão), igualmente dividido pelos dois parceiros, nos dois primeiros anos do projeto. Os projetos, software ou hardware, não serão restritos a plataformas Microsoft, mas os trabalhos inscritos devem se adequar aos requisitos da proposta já disponível no website da Fapesp. A expectativa da instituição de fomento à pesquisa, segundo o diretor científico, Carlos Henrique de Brito Cruz, é de que cerca de 30 projetos sejam inscritos, dos quais cinco devem ser selecionados para receber os investimentos. A idéia é que eles sejam utilizados para custear bolsas de estudos e a realização dos projetos. A propriedade intelectual dos trabalhos será preservada de acordo com a legislação brasileira, mas "é obrigação do Instituto divulgar os projetos para a sociedade", afirmou Brito. Além da contribuição à sociedade, Henrique Malvar, diretor geral da Microsoft Research, explicou que, ao participar de projetos como esse, a empresa muitas vezes consegue incorporar, em longo prazo, as soluções desenvolvidas a seu portfólio.