Notícia

Estadão.com

Metodologia auxilia na determinação de cirurgia para cardiopatias congênitas

Publicado em 09 janeiro 2012

Agência Fapesp Uma nova metodologia desenvolvida por pesquisadores do Instituto do Coração (InCor) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) permite avaliar crianças e adolescentes portadores de cardiopatia congênita e identificar aqueles que têm mais risco de morrer ou de sofrer complicações graves se submetidos à cirurgia corretiva. Além de evitar um sofrimento desnecessário para esses jovens e seus familiares, o objetivo do trabalho é otimizar os recursos da instituição, reduzindo custos e a fila de espera. [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.