Notícia

Portal Exame

Método identifica 97% da pornografia em telas de dispositivos

Publicado em 30 março 2017

Por Peter Moon, da Agência FAPESP
Um dos problemas mais prementes da universalização do uso do celular e da internet é o acesso indiscriminado a sites e vídeos com conteúdo pornográfico. O acesso a tais conteúdos pode ser voluntário por parte de usuários maiores de idade, mas também pode ser absolutamente desaconselhável quando envolve menores. O acesso pode ainda ser involuntário, quando se recebe mensagens de correio eletrônico indesejadas, contendo anúncios com conteúdo obsceno, ou ocorrer de forma inadvertida, quando se visita um site invadido por piratas [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.