Notícia

Agora MS

Mestranda em Educação da UFGD é contemplada com bolsa para pesquisa na Itália

Publicado em 06 maio 2020

A mestranda Dâmaris Pereira dos Santos, do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFGD, foi contemplada com uma bolsa de estudos na Itália, na Universitá di Siena. Dâmaris foi selecionada para ir à Itália realizar parte da sua pesquisa de mestrado, e sua proposta aprovada tem como título: “A configuração do direito da educação nas prisões: a legislação brasileira e italiana em questão”. Em razão da pandemia da covid-19, as negociações de ida da aluna estão sendo encaminhadas e a viagem está prevista para outubro de 2020.

A bolsa de estudos que Dâmares receberá foi articulada pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP) juntamente com 17 agências estaduais de fomento à pesquisa, entre elas a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (FUNDECT). A chamada, intitulada “MOBILITY CONFAP-ITÁLIA MCI 2019”, teve como proposta apoiar pesquisadores do Brasil que desejassem trabalhar em pesquisa na Itália, em colaboração com colegas locais. O edital esteve aberto a propostas de agosto a outubro de 2019, oferecendo apoio a pesquisadores no Brasil por meio de bolsas de estudos. Ao todo, foram selecionadas 43 propostas, e o resultado foi divulgado na última segunda-feira, 4 de maio.

A bolsa de estudos no exterior terá duração de quatro a sete meses, sendo que no primeiro mês será pago uma bolsa para o coordenador aprovado ainda no Brasil para auxílio-deslocamento, auxílio-instalação e seguro de viagem. Os meses seguintes serão pagos em forma de bolsas de estudo para desenvolvimento do projeto já na Itália, conforme previsto em edital. Na UFGD, a orientadora de Dâmaris é a professora Giselle Real, atual coordenadora do PPG Edu.

O edital de abertura, o resultado e outras informações estão disponíveis no link da CONFAP: https://confap.org.br/pt/editais/31/mobility-confap-italy-mci-2019, bem como nos editais FUNDECT de abertura e subsequentes: http://www.fundect.ms.gov.br/wp-content/uploads/2019/09/1.-Diretrizes-FUNDECT-n%C2%BA-12-2019-%E2%80%93-MOBILIDADE-CONFAP-IT%C3%81LIA-1.pdf.

Sobre a chamada

O objetivo do acordo foi o de “facilitar e apoiar a colaboração eficaz entre as partes para a cooperação científica, tecnológica e de inovação, por meio da mobilidade entre os dois países de estudantes de doutorado, estudantes de mestrado (estudantes de Mestrado ou Laurea Magistrale) e pós-docs”.

A chamada convocatória teve o apoio de 18 agências brasileiras de financiamento do Estado à pesquisa: Paraná – Fundação Araucária; Pernambuco – FACEPE; Distrito Federal – FAPDF; Alagoas – FAPEAL; Amazonas – FAPEAM; Goiás – FAPEG; Maranhão – FAPEMA; Mato Grosso – FAPEMAT; Minas Gerais – FAPEMIG; Rio Grande do Sul – FAPERGS; Rio de Janeiro – FAPERJ; Espírito Santo – FAPES; Bahia – FAPESB; Santa Catarina – FAPESC; São Paulo – FAPESP; Paraíba – FAPESQ; Mato Grosso do Sul – FUNDECT; Pará – FAPESPA.