Notícia

Universia Brasil

Mestrado em Automação da UNESP de Bauru inicia atividades

Publicado em 06 março 2008

Foi realizada durante os dias 12 e 13 de fevereiro a matrícula dos alunos selecionados para o Programa de Mestrado em Engenharia Elétrica, na área de Automação, da Faculdade de Engenharia da Unesp, campus de Bauru, cujas inscrições terminaram no dia 18 de janeiro. Para o ano letivo de 2008, foram aceitos um total de 15 alunos, cuja seleção foi feita pelo Conselho de pós-graduação, sendo o público alvo do curso profissionais formados nos cursos de Engenharia, ou áreas afins, interessados em aprofundar seus conhecimentos em Engenharia Elétrica.

O curso, coordenado pelo docente Leonardo Nepomuceno, professor do departamento de Engenharia Elétrica, se concentra na área da automação, em que são abordados os vários aspectos relacionados ao desenvolvimento de metodologias, processos e sistemas apoiados em computadores, auxiliando na substituição do trabalho humano, com soluções rápidas e econômicas, de modo a atingir os complexos objetivos das indústrias e dos serviços. Tais estudos corroboram, ainda, para a diminuição de custos de produção, aumento da produtividade e melhoria da qualidade e controle de segurança das operações em questão.

Entre os conteúdos tratados durante o curso, no primeiro semestre os alunos terão contato com redes neurais artificiais, despacho e pré-despacho de geração e dinâmica não linear e caos, entre outros temas. Em seqüências às inscrições, realizadas até 18 de janeiro, foi promovida uma análise curricular durante os dias 24 e 25 de janeiro, seguida de entrevista no dia 30. Os resultados obtidos com a seleção foram divulgados em 1º de fevereiro, e a matrícula realizada nos dias 12 e 13.

Durante o decorrer do curso os alunos podem receber bolsas auxílio para a execução de seus projetos de pesquisa, sendo que as mesmas são provenientes de agências de fomento como CAPES, CNPq e FAPESP. As atividades desenvolvidas nos programas de pós-graduação da Faculdade de Engenharia de Bauru são algumas das principais responsáveis pela renovação e aprofundamento científico, contribuindo para o cenário acadêmico nacional e internacional.

Fonte: Unesp