Notícia

Portal Exame

Mesmo pagando bem e sem demissão, este setor atrai pouco

Publicado em 11 fevereiro 2016

Por Camila Pati
São Paulo – Menos de 1% dos graduados em cursos superiores anualmente no Brasil forma-se em química. O baixo contingente não é novidade e, há alguns anos, representantes do setor notam estagnação na oferta qualificada de profissionais. “De maneira geral, o Brasil tem poucos cientistas, não só na área de química, como também em física e matemática”, diz Ivano Gutz, professor do Instituto de Química da USP e coordenador das Olímpiadas de Química do Estado de São Paulo. De acordo com ele, basta uma pessoa se perguntar [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.