Notícia

Amazônia Sem Fronteira

Mesmo com a vacina, EUA levarão 300 dias para vencer covid-19

Publicado em 14 janeiro 2021

Por André Julião | Agência FAPESP

Pesquisadores alertam que o benefício da vacina pode ser anulado se medidas de prevenção forem abandonadas precocemente

Por meio de modelagem matemática, um grupo internacional de pesquisadores estimou que levaria cerca de 400 dias para que a taxa de contágio do novo coronavírus caísse para valores próximos a zero nos Estados Unidos em um cenário sem vacinação – ainda que as medidas não farmacológicas de proteção fossem mantidas. Até lá, 952 a cada 10 mil norte-americanos em áreas afetadas teriam sido infectados. Desses, 20 precisariam ser hospitalizados, 10 necessitariam de cuidados intensivos e 2,3 morreriam.

As projeções indicam ainda que a aplicação em larga escala de um imunizante com 95% de eficácia, como o que já está disponível no país, encurtaria em cerca de 100 dias a duração da epidemia e reduziria em 48% a taxa de ataque do vírus – ou seja, 418 a cada 10 mil habitantes seriam contaminados. Desses 7,5 necessitariam internação, quatro, terapia intensiva, e menos de um morreria. Também nesse caso considerou-se que as medidas de prevenção atualmente em voga, como uso de máscara e distanciamento social, seriam mantidas pela população.

O estudo foi liderado por cientistas da York University (Canadá) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Os dados completos foram divulgados na plataforma medRxiv. O artigo está em processo de revisão por pares.

“Muitas pessoas imaginam que com a chegada da vacina tudo estará imediatamente resolvido, mas não é bem assim. Leva um tempo até que uma parcela considerável da população seja vacinada e os efeitos da imunidade coletiva sejam percebidos. A proposta do trabalho foi avaliar qual seria, nos Estados Unidos, o impacto da vacinação no curto prazo. Estamos neste momento fazendo projeções semelhantes para o Brasil”, conta Thomas Vilches, pós-doutorando no Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica (Imecc) da Unicamp e bolsista da FAPESP.Para fazer os cálculos, os pesquisadores consideraram que a taxa de contágio do SARS-CoV-2 (Rt) nos Estados Unidos era de 1,2, ou seja, que cada 100 infectados estavam transmitindo o vírus para outras 120 pessoas. “Esse era o valor que havia sido reportado no país em novembro, quando fizemos o estudo. Apesar de ter diminuído um pouco, agora parece estar subindo em alguns estados, o que pode ser agravado com a chegada da nova cepa”, diz Vilches (para acompanhar a evolução da taxa de contágio em tempo real acesse: https://rt.live).

No principal cenário projetado no trabalho, cujos resultados foram descritos nos parágrafos anteriores, os pesquisadores partiram da premissa que 10% da população norte-americana já tinha desenvolvido imunidade contra o SARS-CoV-2 quando a campanha de vacinação começou.

Com base em dados divulgados pelo Centro de Controle de Doenças (CDC), uma agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, os pesquisadores supuseram que seria possível vacinar cerca de 7 milhões de pessoas por dia (30 doses a cada 10 mil habitantes). Desse modo, concluíram, demoraria 280 dias para vacinar 40% da população, considerando que cada indivíduo receberia duas doses da vacina, com intervalo de 21 dias, e que profissionais de saúde, idosos e portadores de comorbidades seriam priorizados

O Brasil tem uma vantagem nesse aspecto [capacidade de vacinação em massa], devido à existência do SUS [Sistema Único de Saúde] e do Programa Nacional de Imunizações”, avalia Vilches.

Recentemente, o ex-ministro da Saúde José Gomes Temporão lembrou que em 2010 o SUS viabilizou em três meses a vacinação de 80 milhões de pessoas contra a gripe causada pelo vírus influenza H1N1. Em entrevista ao jornal O Globo, Temporão disse ainda que o Brasil é um dos únicos países do mundo capaz de vacinar 10 milhões de crianças contra a poliomielite em um único dia.

Vilches ressalta, contudo, que para estender os resultados deste estudo para o Brasil não basta substituir a taxa de eficácia da vacina. “É necessário alterar os parâmetros populacionais, como a distribuição da população por faixa etária, e os parâmetros epidemiológicos, como o número reprodutivo [taxa de contágio], a mortalidade da doença na população, entre outros. O ideal seria fazer uma análise para cada uma das cinco regiões do país, ou até mesmo para áreas menores, dado que as características populacionais são bem heterogêneas ao longo do território.”

Mantenha distância

O fato de a taxa de contágio do SARS-CoV-2 ter subido nos Estados Unidos após as festas de fim de ano certamente fará com que o cenário futuro fique diferente daquele descrito no artigo, avalia Vilches, que ressalta a importância de a população manter as estratégias não farmacológicas de contenção da epidemia.

“Hoje, de modo geral, uma pessoa com sintomas se mantém isolada dentro de casa. Se esse cuidado deixar de existir, o impacto da vacinação pode não ser tão grande quanto o estimado. Nossas projeções indicam que a vacina reduz em quase 50% a taxa de ataque da doença. Se o contato das pessoas com os infectados dobrar, no fim vai dar elas por elas”, diz o pesquisador. “Seria importante iniciar uma campanha educacional para alertar as pessoas de que não poderão retomar os hábitos de antes tão cedo.”

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Yahoo! BOL Agência Brasil IstoÉ online IstoÉ Dinheiro online Yahoo! Yahoo! G1 Nature (Reino Unido) online INPA Scienmag Science Magazine (Reino Unido) Phys.Org (Reino Unido) Smithsonian Insider Galileu online Cultura Amazônica Rádio Coopnews The New York Times (EUA) online Brasil Amazônia Agora ScienceDaily (EUA) News Break (EUA) Flipboard (EUA) CRWeWorld Brazil (EUA) Fresh Hourly - the latest news The Daily Ripple (EUA) TechCodex (Índia) Climatechange (Irlanda) i-NEWS - India Right Now Group Online Multimidia Saense Planeta online BBC Mundo (Reino Unido) AlcidesFaria Portal Debate Carajás Saber Atualizado Em Tempo (Manaus, AM) online Ecoamazônia Plantão News (MT) Plurale online Mundo e Meio Portal do Holanda Polit (Rússia) Ars Technica (EUA) Replicário Diário do Amazonas Mato Grosso Digital Revista Amazônia Blog Jornal da Mulher Correio Paraense Revista Ecológico online Sou Ecológico Dom Total Jornal do Vale (Ceres, GO) online Mato Grosso Mais Notícias Primeira Edição Estação da Notícia Gazeta Minas a informação direta Informe Baiano D24AM DF Manchetes Dia a Dia On-line Bocaina Informa Diário MS News Atual MT Cenário MT CGN O Bom da Notícia Midia News Campo Grande O Povo online O Rolo Notícias Jornal Fogo Cruzado DF JorNews Jornal Dia Dia Enfoque MS Jornal de Jundiaí online Portal R3 Portal Ribeirão Preto Portal Roma News Portal Mariliense Nosso Goiás Portal Notícias Bahia Tangará em Foco Sistema Costa Norte de Comunicação Dinheiro Rural online TNH1 Tudo em Dia Portal Uno Midias Portal Flagrante Portal Mato Grosso Jornal O Diário (MT) online - Clique F5 Portal Brasil Empresarial Portal Paraná Empresarial Portal Norte de Notícias Portal Marcela Rosa Blog da Amazônia Amazônia Revista Ecológico online Jornal Noroeste News Sou Ecológico Rádio Cultura FM 101,7 Rádio Nova Aliança FM 105,9 Rádio Cidade Nova FM 104,9 Rádio Liberdade FM 87,9 Rádio Sat Peruíbe FM 87,9 Diário da Amazônia Empresas S/A Falando de Gestão FarolCom Jornalismo 24 Horas Amazônia Brasil Rádio Web Brasil Amazônia Agora Coisas da Vida Diário do Amapá Revista Construtores Portal de Finanças Portal Fator Brasil Portal Paraná Empresarial Marcas e Mercados Radar Amazônico 3 Poderes MT Sociedade Científica eCycle Portal Amazônia ContilNet Notícias O Povo Amazonense Portal AM Revista Faces 18 Horas Piscishow e Avisuleite Portal Plural Pesca & Companhia online TN Online Portal Marcela Rosa Jornal de Piracicaba online ZAP Notícias - AEIOU (Portugal) Diário do Pará online Balanço Paraense Circuito D Seu Bairro Hoje Clube News Goiás Notícias Rômulo de Oliveira Martins: Advocacia e Assessoria Jurídica Primeira Edição online New Atlas (Austrália) Green Savers (Portugal) Kepusz (China) Parallaxi Magazine (Grécia) ScienceNet (China) BBC News Persian CAS - Chinese Academy of Sciences (China) SciToday (China) Ok diario (Espanha) Lega Nerd (Itália) Futuro360 (Chile) Everyeye Tech (Itália) Sciencepost (França) El Imparcial (México) Uncommon Descent Outsider (EUA) Gizmodo (EUA) Yahoo! (EUA) Guest Articles Sveriges Radio (Suécia) Tribuna Press Em Rondônia BBC News Indonesia (Indonésia) Tempo.co (Indonésia) detikNews (Indonésia) ScienceAlert (Austrália) People News Chronicle Spektrum (Alemanha) online Greenreport (Itália) La Vanguardia (Espanha) online Kodami (Itália) Sciences et Avenir (França) online Telex (Hungria) GuruMeditation Universo Racionalista Head Topics (Indonésia) SINDOnews (Indonésia) Super Interessante online Notizie Scientifiche (Itália) Science (EUA) online In de Spiegel (Holanda) Animals Today (Holanda) X-MOL (China) This Week News (EUA) We Found This Science News Science News for Students (EUA) Geeky News inStory.cz (República Tcheca) Sci-News.com (EUA) MLActu (França) N+1 - Nplus1.ru (Rússia) Kepu.gmw.cn (China) BleNews (Espanha) Vikerraadio (Estônia) Paper.sciencenet.cn (China) NewsOpener (EUA) Portal 24h TechCodex (Índia) Jornal Agora Amazonas Viva.co.id (Indonésia) ScienceNet (China) Perfil (Brasil) Portal o Vento Gizmodo en Español (EUA) Caderno Político Prime Times (Índia) MimicNews Modais em Foco Portal GRNews Focado News Inforbrnet Giro de Notícia Rádio Guaribas FM Portal Alta Notícias SouSorocaba Notícias Indaiatuba Sou de Sergipe Xeretando