Notícia

CREA - SP (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo)

Mérito Paulista

Publicado em 18 dezembro 2014

A cerimônia de entrega do Diploma de Mérito da Engenharia, Arquitetura e Agronomia Paulista e inscrição no Livro de Mérito do Crea-SP aconteceu na Sede do Conselho à Avenida Angélica, em São Paulo, na manhã do dia 18 de dezembro.

 

Foram reconhecidos profissionais, entidades de classe, instituições de ensino e personalidades que, por suas ações, notabilizaram-se em prol da área tecnológica estadual e colaboraram para o aprimoramento das profissões regulamentadas pelo Sistema Confea/Crea, bem como para a qualidade de vida da sociedade.

Ao lado do Presidente do Crea-SP, Engenheiro Francisco Kurimori, formaram a mesa diretora do evento o Diretor Administrativo do Conselho, Eng. Nízio José Cabral; o Coordenador da Comissão Especial do Mérito, Eng. João Luiz Braguini; e o ex-Presidente do Crea-SP, Eng. Agr. José Eduardo de Paula Alonso.

 

A homenagem é um importante instrumento de relacionamento do Conselho com a sua comunidade profissional, destacando aqueles que imprimem sua marca em segmentos importantes da sociedade.

 

As indicações foram feitas pelas Câmaras Especializadas e aprovadas pelo Plenário do Crea-SP, com o acompanhamento da Comissão Especial do Mérito formada pelos seguintes membros: Eng. Quim. Ademar Salgosa Júnior; Eng. Eletric. Arnaldo Pereira da Silva; Geol. Celso de Almeida Bairão; Eng. Mec. Clóvis da Silva Pinto; Eng. Agrim., Eng. Civ. e Seg. Trab. João Luiz Braguini e Eng. Agr. Margareti Aparecida Stachissini Nakano. A inscrição no Livro do Mérito homenageia profissionais já falecidos.

 

Receberam o diploma do mérito, nos termos do Ato n° 74, de 4 de setembro de 1998, pelos relevantes serviços prestados à Engenharia e à Agronomia Paulista:

Engenheiro Civil, Engenheiro de Operação Mecânica de Máquinas e Ferramentas e Engenheiro de Segurança do Trabalho Áureo Emanuel Pasqualeto Figueiredo

Formado em Engenharia Civil, Engenharia de Operações Mecânicas e de Segurança no Trabalho, Mestre em Engenharia Civil, área de Transportes (Infraestrutura-Ferrovias) e Doutorando (qualificado) em automação portuária e segurança laboral; ativo nas áreas de construção civil, construção e conservação de ferrovias, porto de Santos e Ferrovia do Aço, transporte e armazenamento de granéis sólidos inflamáveis, operações de terminais, urbanização de loteamentos, obras de arte especiais, em empresas como Rede Ferroviária Federal S. A., Companhia Docas de Santos e do Estado de São Paulo, Companhia Brasileira de Trens Urbanos-CBTU, dentre outras de relevância local, regional ou nacional; professor nas disciplinas Projeto e Construção de Estradas, Ferrovias e Rodovias; é autor de artigos científicos, técnicos, culturais e softwares didáticos; conselheiro do Crea-SP em dois períodos: 2008/2010 e 2011/2013, com destaque para a coordenação da Câmara Especializada de Engenharia de Segurança do Trabalho em 2010 e 2013 e diretoria de Relações Profissionais do Crea-SP nos anos de 2011 e 2012.

Engenheiro Civil Cyro Raphael Monteiro da Silva

Formado em Engenharia Civil na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo 1964; professor da Faculdade de Engenharia da Universidade Católica de Santos Unisantos e Centro de Ciências da Comunicação e Artes; Conselheiro do Crea-SP em quatro períodos: 1998/2000, 2001/2003, 2008/2010 e 2011/2013, com destaque para a Coordenação da Comissão Permanente de Ética Profissional do Crea-SP em 2011 e 2013; exerceu, ainda, diversas funções no sistema Confea/Creas, bem como em entidades e instituições relacionadas com a área tecnológica.

Engenheiro Eletricista Hilton Moreno

Formado em Engenharia Elétrica na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo 1980; professor entre 1987 e 2004, atuou em pesquisas, desenvolvimento de produtos e sistemas elétricos, planejamento e marketing e consultoria; destacamos em sua carreira os assuntos regulatórios; participou como membro da ABNT em diversas frentes relacionadas a normalização técnica, como coordenador e secretário; também teve participação no Comitê Pan-americano, com largo conhecimento de normas e códigos técnicos dos Estados Unidos; no Brasil, atuou diretamente com o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo no texto da Instrução Técnica nº 41; é autor de diversas publicações do segmento elétrico, e tem grande envolvimento com instituições e empresas relacionadas à divulgação dos assuntos e dos riscos relacionados à eletricidade.

Geólogo Jorge Kazuo Yamamoto

Formado em Geologia na Universidade de São Paulo, USP, em 1976; Mestre em representações gráficas espaciais em geologia: aplicações no complexo alcalino de Anitápolis SC; Doutor em comparação de métodos computacionais para avaliação de reservas: um estudo de caso no depósito de cobre de Chapada GO; Livre-docência em desenvolvimento dos métodos de interpolação para avaliação de jazidas; é professor Titular da Universidade de São Paulo USP, revisor de diversas publicações, atuando principalmente nos seguintes temas: Avaliação de Reservas, Geoestatistica e Interpolação; conselheiro do CREA/SP em dois períodos: 2008/2010 e 2011/2013.

Engenheiro Químico Jorge Moya Diez

Formado em Técnico em Química Industrial, em Santos 1968, em Engenharia Química em 1974 na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, em Engenharia de Segurança do Trabalho, Engenharia de Saneamento Básico e Engenharia de Controle de Poluição, com MBA Gestão Estratégica em Meio Ambiente; atuou na Companhia de Tecnologia em Saneamento Ambiental CETESB, COSIPA Companhia Siderúrgica Paulista, atual Usiminas, sempre na área relacionada ao meio ambiente, o controle ambiental, em especial na Baixada Santista e o Vale do Ribeira de Iguape, com destaque para negociações de Termos de Ajustamento de Conduta, Ministério Público Estadual/CETESB/Indústrias de Cubatão, com a geração de Compensações Ambientais; possui diversas publicações, com destaque para o anteprojeto de Código de Saneamento Básico para os Estado de São Paulo e atuou, ainda, em funções sindicais; conselheiro do CREA/SP em dois períodos: 2006/2008 e 2009/2011.

Engenheiro Agrônomo Valdemar Antônio Demétrio

Formado em Engenharia Agronômica em 1971, pela ESALQ, e em Licenciatura em Técnicas Agrícolas; Mestre e Doutor em Agronomia - Solos e Nutrição de Plantas com Pós-doutorado na área de Fotogrametria; professor da ESALQ USP; Assessor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP; Membro do Comitê de Serviços Topográficos da ABNT; Experiência na área de Geociências, com ênfase em Topografia e Geoprocessamento; participação em diversas entidades de classe e instituições de ensino, com destaque para a Prefeitura do Campus "Luiz de Queiroz" entre os anos de 1995/1999; exerceu diversos cargos públicos, em especial na Prefeitura Municipal de Piracicaba, Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente, de Agricultura e Abastecimento e no Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente, do mesmo município; conselheiro do Crea-SP em quatro períodos: 1985/1988, 1988/1991, 2005/2007 e 2008/2010, destacando-se a coordenação da Câmara Especializada de Agronomia CEA 1989 e 1990, diretoria administrativa em 2008/2009, diretoria financeira 2009/1010 e o exercício da presidência em 2008.

 

Associação Profissional dos Geógrafos no Estado de São Paulo - APROGEO-SP

Fundada em 2004, a Instituição congrega os profissionais para fins de estudos, coordenação e proteção de seus interesses profissionais; dentre as ações praticadas pela APROGEO-SP destacamos: intervenção em editais de concursos públicos, solicitando a inserção do geógrafo nos cargos cujas atribuições estão contempladas na legislação que regulamenta a categoria e orientando sobre a necessidade de exigência do registro do geógrafo no sistema Confea/Crea; divulgação de oportunidades no mercado de trabalho e orientações sobre a atuação profissional: o registro no sistema Confea/Crea, o recolhimento de ART, dentre outros; participação, apoio e parceria em eventos para disseminação de informações e esclarecimento de dúvidas sobre legislação, campo de atuação e representatividade do profissional geógrafo; destaque também para a organização do 1º Encontro Brasileiro de Geógrafos: Formação, Atuação e Fiscalização, evento que se propôs a discutir a necessidade de melhorias na formação acadêmica, as oportunidades no mercado de trabalho e a garantia legal do exercício profissional, tratando de questões polêmicas como currículo mínimo desejável para os cursos de bacharelado em geografia e a necessidade de incluir outras disciplinas como obrigatórias; debateu, ainda, sobre o contexto político em torno da criação da Lei Federal 6.664/79, que regulamenta a profissão do geógrafo, finalizando com o tema fiscalização da atuação profissional.

Universidade Metodista de Piracicaba

Teve seus primeiros cursos superiores criados em 1964, tornando-se Universidade em 1975; Instituição voltada para o ensino, a pesquisa, a extensão e prestação de serviços em diversas áreas, destacando-se aqui as de exatas e tecnológicas, com programas de mestrado e doutorado, bem como cursos de pós-graduação; desenvolve em seus laboratórios projetos com empresas privadas e programas de intercâmbio, como a Ciência sem Fronteiras e com a Universidade de Darmstadt Alemanha; possui convênios e projetos com órgãos municipais, estaduais e federais; pauta-se em seus valores na responsabilidade social, desenvolvimento sustentável e preservação ambiental, alia competências técnico-administrativas com capacidade inovadora, crítico-participativa e o exercício da cidadania, contribui, por meio da educação, para a produção e socialização do conhecimento, respeitando as diversidades cultural e religiosa do ser humano e do meio ambiente.

Tiveram seus nomes inscritos no Livro do Mérito do Crea-SP, também nos termos do Ato n° 74, de 4 de setembro de 1998, pelos relevantes serviços prestados à Engenharia e à Agronomia Paulista:

Engenheiro Agrônomo Cláudio Braga Ribeiro Ferreira (representado pelo filho André Loureiro Ferreira)

Formado em Engenharia Agronômica na ENA - Escola Nacional de Agronomia do Rio de Janeiro e Administração de Empresas na Fundação Getúlio Vargas; exerceu grande quantidade de cargos e funções públicas em órgãos como SRB-Sociedade Rural Brasileira, ANFAR - Associação Nacional dos Fabricantes de Rações, CONAB - Companhia Nacional de Abastecimento, Secretaria Municipal de Abastecimento de São Paulo, assessoria do Ministério da Agricultura, Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, dentre outros; atuação no exterior em países como Espanha, Argentina, Japão, Holanda, México, França, Inglaterra, Itália, Venezuela e Colômbia, tratando de temas como Centrais de Abastecimento, sistema de silos e armazéns e às regiões produtoras de grãos, setor de Abastecimento e Armazenagem, organização da Feira Internacional de Abastecimento, sistema de abastecimento, ampliação da exportação de hortifrutigranjeiros para a Europa, palestra sobre abastecimento à Comissão de Nutrição da FAO, introdução de novas variedades de Gergelim no Brasil, urbanização, mercado e de alimentos.

Geólogo Edson Gomes de Oliveira (representado pela filha Bruna Camargo de Oliveira)

Formado em Geologia em 1975, Doutor em Geociências e Meio Ambiente; professor Assistente Doutor na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP; Consultor em hidrogeologia no Instituto de Geociências e Ciências Exatas de Rio Claro; Pesquisa e desenvolvimento em hidrogeoquímica, Tecnologia Mineral e Geologia Ambiental; Ensino: Geologia, Lavra de Minas; Prospecção e Pesquisa Mineral; e Topografia, Geodésica e Desenho Geológico; atuou em diversos projetos nas áreas de minerais não-metálicos, hidrodinâmica e hidrogeoquímica de águas subterrâneas em áreas de aterros de resíduos, material particulado em atmosfera ao redor de indústrias, comportamento hidro geoquímico do elemento chumbo em arenitos e argilitos e avaliação de contaminação de água subterrânea em áreas de aterros sanitários; autor de inúmeras publicações e artigos técnicos do segmento.

 

Engenheiro Químico e Agrimensor Hugo Rossi (representado pelo filho Cláudio Rossi)

Formado em engenharia química na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo 1947 e engenharia de agrimensura em 1954; doutor em engenharia com diversos cursos na área tecnológica; experiência na iniciativa privada em empresas como a Indústria Metalúrgica de Válvulas P Pires Fontoura S. A. e na área pública, como Secretaria da Fazenda de São Paulo, Secretaria de Viação e Obras Públicas do Estado de São Paulo, com diversos projetos em áreas ambientais do ramo de papel e celulose, fundição e química; consultor e professor de grau médio, superior e pós-graduação, na área da química, com destaque para o exercício de funções técnicas e administrativas; conselheiro do CREA/SP no período: 1983/1986.

Engenheiro Eletricista Fujio Yamada (representado pela esposa Ana Kawasaki Yamada)

Formado em engenharia elétrica na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 1963, graduou-se ainda como administrador de empresas, mestre e doutor em telecomunicações; destacou-se especialmente em dois segmentos: a área acadêmica, como professor e como chefe do departamento de eletrônica incluindo-se a pesquisa, e na área profissional, nas pesquisas sobre rádio e TV digital, participando ativamente na expansão da TV digital no Brasil e outros países da América Latina; trabalhou em multinacionais do setor da telecomunicação como a Nec do Japão, Philips do Brasil, PCI Produtos de Informática do Brasil, Nextel, e outras, bem como foi autor de diversas publicações do ramo e orientações acadêmicas de teses e artigos congêneres.

Engenheiro Civil José Jorge Guimarães (representado pela esposa Eliane Aparecida Guimarães)

Formado em engenharia civil na Escola de Engenharia da Universidade Mackenzie, em 1983; destacou-se como professor universitário, nas Faculdades Logatti, em Araraquara e em sua carreira junto a instituições como: CETESB Araraquara, na condição de gerente, Cooperativa de Pesquisas Tecnológicas e Industriais CPTI, na condição de membro suplente da câmara técnica de planejamento e gestão e na Comissão da Bacia Hidrográfica Tietê-Jacaré, na condição de secretário adjunto.

Engenheiro Agrimensor José Sérgio Pahor (representado pela esposa Joanna Pahor)

Formado em Técnico em Agrimensura, em 1962 e como Engenheiro Agrimensor Formado pela Escola Superior de Agrimensura de Araraquara em 1970, com extensões em áreas como Sistema de Esgotos Sanitários, sobre Técnica de Abastecimento e Tratamento de Água, Treinamento de Avaliadores de Desempenho, Atualização em Geodésia, Engenharia de Tráfego, Cadastro Técnico Municipal, dentre outros; entre outras áreas, atuou como Agrimensor e Técnico em Hidrometria, em empresas como COSIPA Companhia Siderúrgica Paulista, DAEE/Escola Politécnica USP, Construções e Comércio Camargo Correa, VASP Aerofotogrametria, CADIM Cadastro Imobiliário e Assessoramento Ltda., Companhia do Metropolitano de São Paulo Metrô, Alti-Plan Engenharia e Planejamento Ltda., Concreguias Ltda.; Falcão Bauer, Empresa Leasing Ltda., Hidrobrasileira, CESP Centrais Elétricas de São Paulo e diversas outras atividades na condição de contratado ou sócio, bem como Chefe de Seção das Equipes de Levantamentos e Diretor de Divisão de Levantamentos Topográficos no Departamento de Controle de Vias Públicas da Secretaria de Infraestrutura Urbana do Município de São Paulo, na condição de profissional concursado; participou ativamente de associações e entidades, planejando, organizando e coordenando diversos eventos como Iº Simpósio Sobre o Engenheiro Agrimensor do Século XXI, 1º Encontro Paranaense de Agrimensura, V, VII, X e XI CONEA Congresso Nacional de Engenheiros Agrimensores, I Semana Nacional da Topografia na USP, Seminário Agrimensura Total, 5º Congresso Internacional de Geoinformação GEOBrasil; conselheiro do CREA/SP no período: 2008/2010.

Engenheiro de Produção Mecânica e Engenheiro de Segurança do Trabalho Laerte Conceição Mathias de Oliveira (representado pela esposa Selma Gomes Mathias de Oliveira)

Formado em engenharia de produção mecânica no Centro de Tecnologia da Universidade Metodista de Piracicaba no início da década de 80 e em engenharia de segurança do trabalho logo após a graduação inicial; trabalhou por mais de 25 anos no Metrô de São Paulo; teve forte envolvimento como movimentos sindicais, participando por décadas em diversas frentes, ocupando cargos como membro do Conselho Nacional das Cidades, representando a Federação Nacional dos Engenheiros FNE, integrante do Comitê Técnico Nacional de mobilidade urbana do Ministério das Cidades, contribuindo com a implementação do Sistema Nacional do Desenvolvimento Urbano, e leis como a de mobilidade urbana e da assistência técnica gratuita; atuou no Fórum Suprapartidário por uma São Paulo Saudável e Sustentável, criado para tratar de assuntos relacionados ao Plano Diretor Estratégico da cidade paulista; atuou no Sindicato dos Engenheiros, ocupando cargos de diretoria e conselho fiscal, colaborou com o desenvolvimento do Tele-acidente e o projeto SEESMT Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho; conselheiro do CREA/SP em quatro períodos: 1998/2000, 2001/2003, 2006/2008 e 2009/2011.

 

Produzido pelo Departamento de Comunicação do Crea-SP

Reportagem e fotos: Jornalista Perácio de Melo - DCO/SUPCEV