Notícia

Política Real

MELHORES DA ÚLTIMA EDIÇÃO

Publicado em 31 agosto 2011

(Brasília-DF, 31/08/2011) - O presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCT) da Câmara dos Deputados, Bruno Araújo (PSDB-PE) afirmou nesta terça-feira, 30, em entrevista exclusiva à Agência de Notícia Política Real que a comissão vai daqui pra frente - até o final do ano - priorizar o Novo Código de Ciência e Tecnologia, que está em construção.

Com o propósito de sensibilizar e envolver os parlamentares nos debates sobre a educação, inovação e extensão tecnóloga no País e a necessidade do governo federal investir no setor, a Comissão realizou este ano vários debates e eventos. O último dele, foi o Seminário "A Extensão Tecnológica no Brasil", proposto pelo deputado Ariosto Holanda (PSB-CE) e organizado por três comissões da Câmara. O seminário foi reforçado com a exposição de um CVT (Centro Vocacional Tecnológico) instalado na entrada do Anexo II da Câmara, e o lançamento de um livro.

Nesta entrevista, o deputado Bruno Araújo falou dos debates do primeiro dia do Seminário "O papel do Congresso Nacional na inovação tecnológica" que a Comissão está realizando. O evento prossegue amanhã (31), com vários temas.

DEBATE DO PRIMEIRO DIA

O primeiro painel que estava previsto na programação - "Diagnóstico da situação brasileira: alternativas" - não aconteceu, devido o palestrante convidado, Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), n]ão ter conseguido viajar a tempo.

O grande debate do dia, portanto, foi sobre "Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação: o papel do Congresso Nacional", que teve como palestrante Ricardo Sennes, da Prospectiva Consultoria. O tema foi discutido, ainda, por Glauco Arbix, presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Gluacius Oliva, presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, (CNPq) e Antonio Britto Filho, presidente-executivo da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Intefarma).

DESDOBRAMENTO DA AUDIÊNCIA

"A Comissão pretende a partir de agora assumir a autoria de uma Novo Código de Ciência e Tecnologia, que foi fruto de um trabalho dos fóruns de secretários estaduais desta área, com o CNPq, Finep, fundações estaduais de pesquisas e iniciamos esse novo modelo para desburocratizar e facilitar decisões de inovação e de pesquisa no País".

COMPREENSÃO SOBRE IMPORTÂNCIA DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

"É um passo importante da nossa luta. O Brasil hoje consolidou realmente a compreensão da importância do que significa a inovação tecnológica, o desenvolvimento científico-tecnológico. Temos que agora aproveitar deste movimento e continuar incentivando, estando mais próximo da iniciativa privada, que tem um papel tão importante ou até mesmo mais importante que o próprio estado brasileiro.

PRÓXIMOS EVENTOS DA COMISSÃO

"Vamos dar sequência ao seminário nesta quarta-feira (31), com novos modelos, novas discussões, e tirar o resto do ano para retomar a votação das matérias importantes nessa área. Paralelo a isso, vamos envolver cada vez mais os parlamentares numa missão suprapartidária de compreender a importância deste momento, de se incentivar a inovação tecnológica, a edução, o desenvolvimento, a pesquisa, a extensão tecnológica como fundamental para desenvolver a economia e o para o bem-estar da sociedade.

DEBATES DO SEGUNDO DIA

Para amanhã, dia 31, estão previstos dois painéis. O primeira acontece às 9h30, tendo como moderador o deputado Ariosto Holanda (PSB-CE). O tema será "Educação empreendedora para inovação". O palestrante será o cientista-chefe do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (CESAR), Sílvio Meira. "O setor produtivo e a inovação tecnológica" é o tema do segundo painel, e será debatido por Paulo Mol Junior, da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Pedro Antonio Arraes Pereira, diretor-presidente da Embrapa, Jackson Schneider, vice-presidente de Relações Institucionais da Embraer, e Roberto de Souza, gerente de estratégia tecnológica da Petrobras.

(por Gil Maranhão, para Agência Política Real, com edição de Genésio Jr.)