Notícia

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Meio Ambiente: Mogi-Guaçu recebe curso sobre recuperação de área degradada

Publicado em 31 julho 2006

O Instituto de Botânica, órgão vinculado à Secretaria do Meio Ambiente do Estado, vai realizar nos dias 10, 11 e 12 de agosto próximo, o Curso e Simpósio de "Atualização em Recuperação de Áreas Degradadas (RAD): com ênfase em matas ciliares do interior paulista", na Faculdade Municipal Professor Franco Montoro, na Estrada Municipal Luciano Gonçalves Ferreira, 2.350, Bairro Cachoeira de Cima, em Mogi-Guaçu.
O evento tem a finalidade de divulgar o conhecimento científico e promover a capacitação de técnicos para desenvolver ações de recuperação ambiental, no âmbito dos Projetos de Políticas Públicas, que tem o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP, e do Projeto Mata Ciliar, que tem recursos do Banco Mundial, implementados pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado, com a participação do Instituto de Botânica. O curso está sendo organizado em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Mogi-Guaçu.
As aulas serão ministradas das 19 às 23 horas, nos dias 10 e 11 de agosto, e das 8 às 13 horas, no dia 12, seguindo-se uma visita técnica, a partir das 14,30 horas, à Reserva Particular do Patrimônio Natural - RPPN, da International Paper do Brasil. Mais informações poderão ser obtidas pelo fone 5073.6300 - ramal 219 e no site www.ibot.sp.gov.br .
Segundo Luiz Mauro Barbosa, diretor do Instituto de Botânica, aatividade vai enfocar questões relacionadas à Bacia Hidrográfica do Mogi-Guaçu, onde o uso e ocupação inadequados do solo, utilização de pesticidas e fertilizantes nas lavouras, lançamento de esgotos sanitários "in natura" e de efluentes industriais, desmatamento e extração de areia e argila, entre outras atividades, vêm causando a degradação dos corpos d'águas.
O curso, segundo Barbosa, tem o objetivo de promover a discussão das questões ambientais, conhecimento científico e conscientização da população, para buscar a melhoria da qualidade do meio ambiente da região.