Notícia

Estadão.com

Médicos da USP rebatem tese americana de risco da zika na Olimpíada

Publicado em 02 junho 2016

Por Sonia Racy
Dois pesquisadores brasileiros responderam, em carta à revista científica The Lancet, à advertência feita há dez dias por estudiosos americanos e dirigida à diretora da Organização Mundial da Saúde, Margareth Chan, na qual se recomendava o adiamento da Olimpíada do Rio de Janeiro por causa do risco representado pelo vírus da zika. “Se você não estiver grávida e decidir evitar os Jogos Olímpicos por medo de contrair zika, pode encontrar um motivo melhor. Há muitos outros”, afirmam dois médicos da Medicina da USP, Eduardo [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.