Notícia

Katia Velo

Maureen Bisilliat e a Atenção ao Acaso

Publicado em 17 março 2013

Por Katia Velo

A fotógrafa Maureen Bisilliat proferirá, na UNIVERSIDADE POSITIVO, em Curitiba a Palestra Inaugural, aberta ao público, do curso FOTOGRAFIA E IMAGEM EM MOVIMENTO, no dia 22 de março, as 19 horas, no Auditório 01, Bloco Vermelho, intitulada ATENÇÃO AO ACASO.

Na ocasião, mostrará, em vídeo, uma síntese de suas fotografias – Equivalências – imagens sobre regiões do Brasil refletidas nos mundos de autores da literatura brasileira, como Guimarães Rosa, Euclides da Cunha, Jorge Amado e João Cabral de Melo Neto; Spirit Papers from Another World / 14 retratos xinguanos: momentos de uma exposição montada no Nepal no final do ano passado, e Ruas de Beijing, uma série de fotografias feitas em 1982, que com o passar do tempo constituem uma pequena antropologia visual frente à cidade de Beijing, hoje!

Além da palestra, a fotógrafa levará a exposição ADESÃO: Junção / Ligação / União. Fotos escolhidas para transformação, com 50 imagens recentemente publicadas no livro Maureen Bisilliat, coleção Fotógrafos viajantes da editora Terra Virgem, expostas emolduradas no formato em que foram impressas. O livro traz, além de imagens em branco e preto, cópias manuseadas pela autora: colorizadas, tonalizadas, alteradas, interferidas e guardadas. Apresentadas na exposição em tiras cortadas das folhas de impressão, antes de serem dobradas em forma de livro, criam relacionamentos curiosos e aproximações insólitas, revelado a inventividade feliz do acaso.

Mais informações sobre Maureen Bisilliat: fotógrafa e documentarista, foi bolsista da Fundação Guggenheim (1970), do CNPq (1981-1987) e da FAPESP (1984-1987). Nascida na Inglaterra, chegou ao Brasil em 1952, aqui se radicando. Iniciou na fotografia em 1962, tendo atuado por dez anos nas revistas Realidade e Quatro Rodas. Estas “andanças” resultaram na elaboração de um projeto traçando equivalências fotográficas dos mundos retratados por Euclides da Cunha, João Guimarães Rosa, Jorge Amado, João Cabral de Melo Neto e Adélia Prado. Posteriormente, publicou em livros os resultados desse traçado. De 1972 a 1977 visitou com frequência o Xingu. Em 1979, lançou, em coautoria com os irmãos Villas Bôas, a publicação “Xingu / Terra” e participou com uma sala especial da XIII Bienal de São Paulo (1975). Em 1988, foi convidada por Darcy Ribeiro para contribuir na criação de um acervo de arte popular latino-americana, do qual nasceu o Pavilhão da Criatividade no Memorial da América Latina. Foi diretora deste espaço de 1989 a 2010. Em 2003, o Instituto Moreira Salles adquiriu seu acervo fotográfico, publicando, em 2009, o livro “Fotografias / Maureen Bisilliat”. O interesse do Instituto Moreira Salles pela sua obra reavivou o interesse da própria autora pelos seus trabalhos, até então esquecidos nos armários do tempo. O Prêmio Porto Seguro de Fotografia, a Ordem do Ipiranga, a Ordem do Mérito Cultural e a Ordem do Mérito da Defesa, recebidos todos no ano de 2010, indicam repercussão desta redescoberta.

www.ims.com.br

www.blogdoims.com.br

http://twitter.com/imoreirasalles

(http://up.com.br/Landpage.aspx?i=111)

UNIVERSIDADE POSITIVO |

RUA PROF. PEDRO VIRIATO PARIGOT

DE SOUZA, 5300.

CAMPO COMPRIDO | CURITIBA | PR

CEP: 81280-330.

Tel.: (41) 3317-3000

Fax: (41) 3317-3030