Notícia

Jornal do Commercio (RJ) online

Mata Atlântica será alvo de mapeamento inédito

Publicado em 08 março 2005

A Mata Atlântica, um dos biomas mais ameaçados de desaparecimento no mundo, vai ser alvo de um mapeamento inédito no Estado, realizado por um grupo de pesquisadores. Marcado para iniciar no mês que vem, o levantamento segue os moldes do projeto Biota, desenvolvido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), e pretende enumerar e localizar todas as espécies vegetais e animais da região. A proposta é expandir o inventário aos outros oito Estados brasileiros onde há remanescentes da mata, reduzida a menos de 10% da área original de mais de 1 milhão de quilômetros quadrados.
Proposta pela Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, em parceria com a Faperj, a Rede Mata Atlântica pretende incentivar a realização de pesquisas no bioma, destacando o lado comercial.
No caso das espécies vegetais, a idéia é identificar as plantas que possuem viabilidade econômica para, posteriormente, conseguir financiamos e realizar projetos de biotecnologia.
- Vamos fazer a localização das espécies por georeferenciamento (identifica latitude, longitude, altitude). Uma vez detectadas plantas de interesse comercial na área de cosméticos, medicamentos e essências, poderemos apoiar projetos para propagar as referidas espécies em viveiros e plantações, por meio da biotecnologia - detalhou o secretário Wanderley de Souza.