Notícia

IDG Now!

Maranhão ganha centro de tecnologia avançado

Publicado em 21 julho 2005

O presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Sérgio Maurício Gaudenzi, anunciou na quarta-feira um projeto que deverá transformar a base de Alcântara, no Maranhão, em um grande centro de capacitação científica e tecnológica.
"A idéia é fazer com que Alcântara seja muito mais do que um simples centro de lançamento. Com a implementação do Centro Espacial de Alcântara (CEA), queremos fazer de parte das regiões Norte e Nordeste o que São José dos Campos se tornou com o advento do Centro Técnico Aeroespacial", disse em entrevista à Agência Fapesp.
Algumas vantagens realmente justificam o projeto, segundo Gaudenzi, como a localização geográfica privilegiada pela proximidade da linha do Equador, condições climáticas regulares e definidas, a facilidade de acesso por via terrestre, aérea e marítima e a proximidade de uma cidade de grande, como São Luís.
Alguns países, como Ucrânia, China, Rússia, Estados Unidos e Israel, já demonstraram interesse em estudar novas parcerias e realizar pesquisas conjuntas.
"O principal objetivo é criar uma ampla estrutura capaz de formar recursos humanos para desenvolver e utilizar tecnologias espaciais na solução de problemas em benefício da sociedade brasileira. As obras do centro de capacitação estão previstas para começar no final deste ano".
Além de uma estrutura que deverá atrair universidades de todo o país para o desenvolvimento de atividades em diferentes áreas do conhecimento, o local contará com sedes de instituições como a Polícia Federal, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Agência Fapesp