Notícia

Valor Econômico online

Mais mestres e doutores são atraídos por empresas

Publicado em 11 julho 2013

Por Letícia Arcoverde
Há cerca de seis meses, o engenheiro Edson Nakagawa trocou a Austrália pelo Brasil, após 13 anos como pesquisador do setor de óleo e gás em um centro de pesquisa do governo australiano. Antes disso, havia deixado uma carreira estável de 20 anos na Petrobras para sair do Brasil em uma época em que considerava a situação do país "não muito boa". Histórias como a de Nakagawa se tornaram recorrentes nos últimos anos. Por conta do contínuo investimento em pesquisa e desenvolvimento dentro de empresas, e em particular com a [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.