Notícia

Comunidade Exkola

Maioria das empresas inovadoras está em SP

Publicado em 02 março 2012

São Paulo - O ambiente de negócios no Estado de São Paulo é propício para o desenvolvimento de empresas inovadoras, aponta levantamento realizado pela Investe São Paulo, com base no ranking da revista norte-americana Fast Company. Das 10 companhias mais inovadoras do país, oito estão no Estado.

A empresa mais inovadora do Brasil está sediada no município de Piracicaba. A Bug Agentes Biológicos, especializada em produzir insetos para combater pragas em lavouras de cana-de-açúcar, milho, tomate e outras culturas, foi criada, a partir da iniciativa de dois engenheiros agrônomos, Danilo Scacalossi Pedrazzoli e Diogo Rodrigues Carvalho, na época, mestrandos na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP).

Entre 2005 e 2009, os sócios receberam R$ 1,2 milhão para o desenvolvimento de projetos dentro do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (Pipe), da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). "O Pipe é uma ferramenta de apoio do governo do Estado para o financiamento do desenvolvimento de pesquisas em pequenas empresas. O objetivo é promover a inovação tecnológica, aumentar a competitividade dessas empresas e contribuir para a colocação de pesquisadores no mercado de trabalho", explica o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Paulo Alexandre Barbosa.

Os recursos liberados pelo Pipe foram fundamentais para a Bug se firmar. Desde então, a empresa se transformou em uma das maiores produtoras brasileiras de insetos para controle biológico de pragas. "O caso de sucesso da Bug é um exemplo de que as empresas inovadoras encontram um ambiente fértil para se desenvolver no Estado de São Paulo", afirma o diretor de Investimentos e Negócios da Investe SP, Hans Schaeffer.

Ele acredita que, além de linhas de financiamento específicas para a criação de novos negócios e produtos, outro fator determinante para que o Estado seja um grande polo de tecnologia e inovação é o fato das grandes universidades do País se localizarem no Estado. Schaeffer relata que a Investe SP tem recebido visitas de diversos investidores estrangeiros e brasileiros interessados em instalar centros de pesquisa no Estado.

Em 15 de fevereiro, foi inaugurado o Centro Alemão de Inovação e Ciência em São Paulo. O objetivo da instituição é catalisar a troca entre os dois países, envolvendo não só instituições de pesquisa, mas também pequenas e médias empresas.

Em janeiro deste ano, foi a vez da Microsoft inaugurar, também na capital paulista, o maior centro de tecnologia da América Latina. Com um investimento de US$ 10 milhões, a instituição estimulará a criação de empresas digitais no mercado de tecnologia brasileiro.

A Boo-box, maior empresa de tecnologia para publicidade na internet da América Latina, com sede em São Paulo, ocupa a segunda colocação no ranking das empresas mais inovadoras do Brasil. Inserir publicidade em mídias sociais, fazendo a ponte entre o anunciante e os donos de comunidades, blogs e perfis em redes sociais é o principal serviço oferecido pela empresa, criada em 2007.

Em terceiro lugar, aparece a Stefanini IT Solution, empresa prestadora de serviços na área de tecnologia da informação, criada em 1987 em São Paulo. Hoje, a empresa está entre as mais internacionalizadas do país, presente em 28 países.

Na quinta colocação está a Embraer de São José dos Campos, quarta maior fabricante de aviões do mundo. A empresa criada em 1969 é exemplo de um dos polos de tecnologia do interior de São Paulo.

Polos - Tal como o polo de tecnologia de São José dos Campos, que se desenvolveu ao redor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), destacam-se, no Estado, os polos de São Carlos e Campinas. Para estimular o desenvolvimento de mais polos, atrair investimentos e propiciar o surgimento de empresas intensivas em conhecimento ou de base tecnológica, o governo do Estado de São Paulo criou, em 2003, o Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec).

Hoje, em todo o Estado, existem 30 iniciativas para implantação de Parques Tecnológicos. Desse total, 11 estão em discussão e 19 já foram credenciados no SPTec. De 2003 a 2010, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect) repassou mais de R$ 53 milhões na realização de obras e estudos para a implantação desses parques. Em 2011, os cinco convênios firmados totalizaram mais de R$ 24,3 milhões.

Ainda entre as 10 primeiras empresas mais inovadoras do Brasil no ranking da revista norte-americana Fast Company estão as paulistas: Predicta, empresa de marketing digital; F*Hits, blog coletivo de moda criado pela Alice Ferraz Comunicação; Apontador, site destinado a localização de serviços de propriedade da LBSLocal; e a Vostu, principal desenvolvedora de jogos para o Orkut, que tem escritório em São Paulo.

 

http://www.diariodocomercio.com.br/index.php?id=68&conteudoId=115159&edicaoId=1190

Fonte: Diário do Comércio MG

Autor: Redação