Notícia

Portal Exame

Macrometrópole paulista tem 3,8 mi em habitações precárias

Publicado em 13 junho 2014

Por Noêmia Lopes, da Agência FAPESP
São Paulo - Um estudo realizado pelo Centro de Estudos da Metrópole (CEM) indica que 3,8 milhões de pessoas moravam, em 2010, em condições precárias nos 113 municípios da macrometrópole paulista área de 31,5 mil quilômetros quadrados (km2) que engloba as regiões metropolitanas de São Paulo, Campinas, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Litoral Norte, além da aglomeração urbana de Jundiaí.   Esse número representa 14,3% da população total da região e revela 1,1 milhão de pessoas a mais em situação de precariedade do [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.