Notícia

Folha de S. Paulo

Lobby da "convivência" agiu no Congresso

Publicado em 19 janeiro 2003

O lobby da indústria do cigarro sempre atuou no Congresso em Brasília, mas às escuras. Para tentar evitar que o cigarro fosse banido de ambientes fechados, no entanto, ele agiu às claras e teve como aliado ocasional um médico e militante antifumo, o deputado Elias Murad (PSDB-MG). Em 1997, Murad aceitou a sugestão da indústria de estudar a troca do sistema de ar-condicionado do Congresso para implantar ali o programa Convivência em Harmonia. Documentos do Projeto Latino dizem que o Congresso deveria ser um dos principais alvos da [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.