Notícia

RedeNotícia

Livro traz reflexão sobre desafios da saúde no Brasil

Publicado em 03 abril 2013

Agência FAPESP - Os desafios da atual década na área da saúde no Brasil são esmiuçados no livro A Saúde no Brasil em 2021, lançado recentemente pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), em parceria com a Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma).

A obra reproduz as palestras e debates ocorridos durante o fórum internacional "Saúde em 2021", realizado pela SPDM em 2011, com o objetivo de avaliar os desafios do sistema de saúde no Brasil.

Líderes e formadores de opinião das áreas de educação e saúde participaram do fórum e figuram entre os autores de artigos do livro, dividido em capítulos como "O Brasil no mundo", "O sistema de saúde brasileiro", "Perfis e necessidade de profissionais" e "A Ética".

O presidente da FAPESP, Celso Lafer, assina o texto Percepção faz parte da realidade, em um capítulo composto também por textos dos ex-ministros Rubens Ricupero e Henrique Meirelles, entre outros. Em sua exposição, Lafer aponta que a saúde representou 27,61% dos gastos totais da FAPESP em 2010. "Em números absolutos, a saúde é a maior destinatária hoje dos recursos concedidos pela FAPESP", disse.

Vários autores mencionaram os desafios impostos pelo envelhecimento da população brasileira. "O Brasil corre o risco de ter todos os problemas de uma economia de saúde de país rico e envelhecido, superpostos e somados aos problemas de um país pobre e atrasado", escreve Ricupero no texto intitulado O pior dos dois mundos.

"O envelhecimento recente e muito rápido da população brasileira já vem acarretando uma transformação epidemiológica profunda e, provavelmente, vai constituir nas próximas quatro décadas, se não o principal, um dos principais desafios da medicina, da política e da economia de saúde", disse.

O acesso gratuito ao livro está em: www.spdm.org.br/site/pt/noticias/367-spdm-e-interfarma-lancam-livro-sobre-a-medicina-no-brasil-em-2021.html